financiamento

Há um novo fundo de 100 milhões de euros para investir em startups e PME

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

Portugal Tech é um programa de investimento conjunto entre Portugal e a Comissão Europeia para ajudar fundos de capital de risco.

A Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD) e o Fundo Europeu de Investimento (FEI) anunciaram hoje o lançamento de um programa de investimento de 100 milhões de euros em Portugal.

“A IFD e o FEI concluíram negociações para o lançamento de um novo programa de investimento, numa combinação de fundos nacionais, provenientes do IAPMEI, e europeus para investir em projetos de transferência tecnológica, ‘startups’ e PME portuguesas”, referem.

O programa, designado de Portugal Tech, “tem ainda como objetivo atrair capital privado e institucional para investimento em empresas de base tecnológica sediadas em Portugal”, explicam.

“Tanto a IFD como o FEI alocarão 50 milhões de euros a este programa, com a componente nacional a ser assegurada pelo IAPMEI. Além deste montante global de 100 milhões de euros, o programa pretende mobilizar entre 40 e 100 milhões adicionais provenientes de investidores privados e institucionais”, explicam.

O Portugal Tech “poderá capitalizar até 70% de fundos de ‘venture capital’ e ‘tech transfer’, desde que estes sejam capazes de levantar os restantes 30% junto de investidores privados e independentes”.

O programa irá selecionar equipas portuguesas experientes na gestão de fundos de capital de risco “cuja estratégia seja não só investir em empresas mas também em projetos desenvolvidos por universidades, centros de investigação, incubadoras e aceleradoras de empresas sediadas em Portugal”.

Esta iniciativa, “que se insere na estratégia de inovação tecnológica e empresarial para Portugal 2018-2030, é uma das prioridades do ministro Adjunto e da Economia, sendo um importante contributo para o cumprimento do Programa Nacional de Reformas levado a cabo pelo XXI Governo e para garantir a convergência de Portugal com a Europa até 2030, referem.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, 04 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

Governo vê economia a crescer 4,3% em 2021 e desemprego nos 8,7%

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, durante a conferência de imprensa após a reunião extraordinária da Comissão Permanente de Concertação Social por video-chamada, no Ministério da Economia, em Lisboa, 16 de março de 2020. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Segunda fase do lay-off custa mais de 700 milhões de euros

Jorge Rocha de Matos, presidente da Fundação AIP. Foto: direitos reservados

Rocha de Matos: IVA devia ser de 6% em todos os eventos para ajudar o turismo

Há um novo fundo de 100 milhões de euros para investir em startups e PME