OPA

Hedge fund diz que preço da OPA sobre a EDP Renováveis é baixo

João Manso Neto, CEO da EDP Renováveis
João Manso Neto, CEO da EDP Renováveis

Numa carta enviada à administração da EDP Renováveis, o hedge fund Ecofin defende que os accionistas não devem aceitar a oferta.

O ‘hedge fund’ britânico Ecofin apelou aos acionistas para rejeitarem a oferta da EDP sobre a EDP Renováveis por considerarem que o preço é demasiado baixo e desvaloriza significativamente a empresa, avança a agência Reuters.

Numa carta enviada pela gestão do ‘hedge fund’ à administração da EDP Renováveis, à qual a Reuters teve acesso, o ‘hedge fund’ defende que é “impossível” considerar a oferta completa e justa e pediu aos acionistas para não aceitarem o preço “surpreendentemente baixo, afirmando que não há razões para os administradores apoiarem a oferta.

Recorde-se que a EDP lançou no dia 27 de março uma OPA sobre a EDP Renováveis, com o objetivo de adquirir a participação de de 22,5% que ainda não detém na empresa, tendo oferecido um valor de 6,8 euros por ação. O valor da oferta é inferior ao valor em que os títulos da EDP Renováveis foram colocados no mercado, em 2008 (8 euros por ação).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

O presidente do Banco Português de Investimento (BPI). Pablo Forero, na conferência de imprensa para apresentação dos resultados consolidados relativos ao primeiro semestre (Foto: António Cotrim/Lusa)

BPI com resultado líquido negativo de 102 milhões no primeiro semestre

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Hedge fund diz que preço da OPA sobre a EDP Renováveis é baixo