Energia

Hidrogénio: Governo conta com 7 mil milhões de investimento até 2030

João Matos Fernandes, Ministro do Ambiente e da Transição Energética. Fotografia: Orlando Almeida/Global Imagens
João Matos Fernandes, Ministro do Ambiente e da Transição Energética. Fotografia: Orlando Almeida/Global Imagens

Conselho de Ministros aprovou estratégia nacional para o hidrogénio. Conta poupar até 600 milhões de euros em importações de gás natural nesta década.

O Governo conta com um investimento de 7 mil milhões de euros em projetos relativos ao hidrogénio até 2030. A estratégia nacional para o hidrogénio foi aprovada pelo Conselho de Ministros desta quinta-feira e prevê, nesta década, uma poupança entre 300 e 600 milhões de euros na importação de gás natural.

O hidrogénio será utilizado pelo país para diminuir a pegada ecológica e acelerar a descarbonização do país. Para isso, o Governo conta com uma central de produção de hidrogénio verde em Sines, num investimento mínimo de 2,85 mil milhões de euros. Este projeto “está focado em alavancar a energia solar, mas também eólica, enquanto fatores de competitividade”.

O setor dos transportes também vai estar envolvido nesta estratégia, através da produção de combustíveis sintéticos, “em complemento com a eletricidade e os biocombustíveis avançados, enquanto solução para alcançar a descarbonização deste setor”. Neste domínio, também “serão apoiadas as infraestruturas de abastecimento a hidrogénio, preferencialmente com produção local associado”.

Hidrogénio verde arranca no próximo ano e “não se resume a Sines”

Também está previsto que o hidrogénio contribua para reduzir as emissões da produção industrial e a implementação de uma laboratório colaborativo.

A estratégia nacional para o hidrogénio foi aprovada no mesmo dia em que o Conselho de Ministros validou o plano nacional energia e clima 2030. Até ao final desta década, prevê-se uma redução de 45% a 55% das emissões de dióxido de carbono.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Restaurante de praia 
 Maré at Pine Cliffs 
(Maria João Gala /Global Imagens)

Pandemia faz disparar desemprego, mas verão alivia alguns setores

(JOSÉ COELHO/LUSA)

Cadeias de retalho contra desfasamento de horários. Aguardam publicação da lei

hipermercadocontinente-10-512c7deb70a7ca55484e2abb8c98e447c8dae639

Banco de Horas.Depois do não adiamento, Continente e Fnac avançam para referendo

Hidrogénio: Governo conta com 7 mil milhões de investimento até 2030