retalho

H&M lança nova marca para dar luta à Inditex

HM-Launches-New-Brand-Arket

Maior foco na qualidade e na intemporalidade são as novas receitas da marca Arket que nasce em setembro e dá por terminado o império da roupa low-cost

Fazer sombra a Amâncio Ortega e ao seu império Inditex parece tarefa difícil, mas a concorrente sueca Hennes & Maurtitz, a H&M, está longe de baixar os braços. Perante resultados financeiros mais fracos e públicos cada vez mais exigentes, os suecos preparam uma mudança de estratégia que envolve a abertura de novas marcas e mais lojas.

O primeiro trunfo chama-se Arket, uma marca intemporal, que pretende atingir um público mais seletivo e que terá roupas para o segmento masculino e feminino e ainda peças para crianças e artigos para o lar. Nas lojas Arket haverá ainda outras marcas fora do império H&M para dar mais escolha aos clientes.

A Arket, adiantou a Businessoffashion (BoF), comercializará com preços ligeiramente acima dos praticados pela H&M. Por exemplo, as t-shirts masculinas deverão oscilar entre os 39 e os 115 euros.

Arket

“Acreditamos que para um cliente moderno é importante juntar várias marcas num mesmo teto, num mesmo canal, e dar-lhes escolha, tornar a compra mais conveniente”, contou Ulrika Bernhardtz à BoF, adiantando que “o DNA é intemporal, fresco, de qualidade e aconchegante”.

A primeira loja Arket vai nascer em Londres, na Regent Street, já no mês de setembro e em simultâneo será iniciado um processo de lojas online em 18 países europeus. As lojas físicas começam depois a surgir em Bruxelas, Copenhaga e Munique.

Mas não é só. A guerra conta a Inditex continua. Até porque os planos envolvem a abertura não de uma mais de duas novas marcas. Além disso, estão previstas 430 novas aberturas de lojas neste ano fiscal, que incluem países como Colômbia, Islândia e Vietname.

O portefólio da H&M conta com a marca principal, que dá nome ao grupo, mas também a COS, Monki, Weekday, Other Stories e Cheap Monday.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, João Proença, durante a sua audição na Comissão de Saúde, na Assembleia da República, em Lisboa, 27 de fevereiro de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

ADSE já enviou novas tabelas de preços aos privados para negociação

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Outros conteúdos GMG
H&M lança nova marca para dar luta à Inditex