fundos comunitários

Horizonte 2020. Três PME portuguesas recebem 150 mil euros de Bruxelas

Carlos Moedas,  comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação. Fotografia: Artur Machado/Global Imagens
Carlos Moedas, comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação. Fotografia: Artur Machado/Global Imagens

A C2C-NewCap, a Mater Dynamics e a STME recebem financiamento para estudos de viabilidade para novos produtos disruptivos.

Há três pequenas e médias empresas portuguesas (PME) que vão receber um total de 150 mil euros da parte da Comissão Europeia. Este foi o resultado para Portugal da mais recente ronda de financiamento do Instrumento PME, do programa Horizonte 2020, divulgado esta quinta-feira.

A C2C-NewCap, a Mater Dynamics e a STME foram as três empresas portuguesas contempladas com um financiamento de 50 mil euros, cada uma, para estudos de viabilidade para novos produtos disruptivos. Esta é a fase 1 da aplicação do financiamento do Instrumento PME.

A C2C-New Cap nasceu em Benavente em junho de 2014 e está a desenvolver um projeto inovador na área da mobilidade de transportes e cidades inteligentes. Trata-se de uma nova geração de baterias de carregamento rápido e de longa duração que podem ser utilizadas por veículos industriais. Recebeu um investimento de 150 mil euros em ronda pre-seed da KIC InnoEnergy. A Caixa Capital é a outra investidora desta startup.

A Mater Dynamics é uma startup de nanotecnologia atualmente incubada no centro de incubação TEC Labs e que está a desenvolver o QStamp, sensor que permite monitorizar variáveis como a temperatura, humidade e pressão, e dar informação em tempo real sobre o estado de conservação e qualidade de produtos alimentares e farmacêuticos.

A STME é uma empresa de Porto Salvo que conta com um projeto inovador de sistema energético de baixo consumo e eficiente.

A nível europeu, foram recebidas 2111 propostas; 184 PME (menos de 10%) foram selecionadas para financiamento de 178 projetos próprias ou em conjunto com outras PME. A maioria dos projetos financiados foram na área das TIC (36), seguida pelos sistemas energéticos eficientes e com baixo teor de carbono (31) e, ainda, dos transportes (28), refere a Comissão Europeia em nota publicada esta quinta-feira.

O SME Instrumento conta com duas fases: na primeira, são disponibilizados 50 mil euros por projeto para desenvolvimento do estudo de viabilidade; na segunda, existe um financiamento até 2.5 milhões de euros por projeto.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Leão e Mário Centeno. Foto: Tiago Petinga/Lusa

Governo impõe aumento de 0,3% na função pública. Impacto pode ser de 70 milhões.

João Leão e Mário Centeno. Foto: Tiago Petinga/Lusa

Governo impõe aumento de 0,3% na função pública. Impacto pode ser de 70 milhões.

Christine Lagarde, presidente do BCE. Fotografia: REUTERS/Johanna Geron

Lagarde corta crescimento da zona euro para apenas 1,1% em 2020

Outros conteúdos GMG
Horizonte 2020. Três PME portuguesas recebem 150 mil euros de Bruxelas