Hotelaria

Hotéis de Lisboa com quebras ligeiras em outubro

Fotografia: direitos reservados.
Fotografia: direitos reservados.

Preços e ocupação recuaram em praticamente todos os estabelecimentos hoteleiros da cidade.

Os hotéis de Lisboa foram alvo de menos procura em outubro, tendo esse mês trazido quebras ligeiras para os estabelecimentos da cidade em todos os indicadores, mostram dados divulgados pelo Observatório do Turismo de Lisboa.

O total de hóspedes desceu 3,2% em outubro, em relação ao mesmo período do ano passado, registando uma taxa média de ocupação hoteleira de 88,99%. As unidades de três e de quatro estrelas mantiveram ocupações acima dos 92%, enquanto as de cinco estrelas encolheram para 80,25%

Quanto ao preço médio por quarto vendido (Average) e ao quarto disponível (RevPar), os hotéis de três estrelas foram os únicos que registaram aumentos nos preços, face ao período homólogo. Nestes hotéis o Average foi de 87,85 euros, o que representa um crescimento de 3,4%, e o RevPar situou-se nos 81,52 euros (+1,1%).

No sentido inverso, as unidades hoteleiras de quatro estrelas tropeçaram 5,6% no Average, para 102,77 euros, enquanto as de cinco estrelas revelaram uma descida de 3,5%, passando para os 189,10 euros. Quanto ao RevPar, os hotéis de 4 e de 5 estrelas protagonizaram decréscimos de 7,5% e 9,7%, respetivamente. Isto apesar de, no acumulado anual, todas as tipologias de hotéis terem aumentado os preços face aos primeiros 10 meses do ano passado.

À semelhança da cidade, também se verificou um decréscimo nos hotéis da área metropolitana. A média da ocupação caiu 4,3%, passando para 85,93%, embora tanto as unidades de três e de quatro estrelas tenham tido taxas muito próximas dos 90%.

Nesse mês, os hotéis de quatro e de cinco estrelas registaram recuos de 2,7% (95,36 euros) e de 2,4% (185 euros) respetivamente, no Average, e de 6,5% (84,27 euros) e de 8,7% (144,78 euros), no RevPar. Já os preços praticados na hotelaria de três estrelas aumentaram: 2,4% (83,12 euros) no Average e 0,1% no RevPar (74,65 euros).

*Notícia atualizada às 13:10.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Orlando Almeida / Global Imagens)

Arrendatários vão poder realizar obras e pedir o reembolso

TIAGO PETINGA/LUSA

EDP nega ter indicado Manuel Pinho para curso nos EUA

luzes, lâmpadas, iluminação

Fatura da eletricidade baixa em 2019 “para todos”, garante o ministro

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Hotéis de Lisboa com quebras ligeiras em outubro