Tecnologia

HP vai despedir até nove mil pessoas

HP, tecnologia
Fonte: Pixabay

A fabricante americana está a atravessar uma reestruturação, que pode traduzir-se no despedimento de até nove mil funcionários.

A HP quer reduzir em 16% o número de funcionários, num momento de reestruturação. Este corte poderá afetar entre sete mil a nove mil funcionários em todo o mundo, indica a tecnológica, através de comunicado. A empresa indica ainda que este número vai resultar de saídas de trabalhadores e também de reformas antecipadas, ao longo dos próximos três anos.

A fabricante espera que estes despedimentos resultem na poupança de mil milhões de dólares, até ao final do ano fiscal de 2022.

A HP conta com 55 mil funcionários em todo o mundo, segundo as informações indicadas ao regulador de mercado dos Estados Unidos.

“Estamos a tomar ações arriscadas e decisivas para embarcar no nosso novo capítulo”, indica Enrique Lores, que a partir do dia 1 de novembro assumirá a posição de diretor-geral da HP. Lores sucede a Dion Weisler, assumindo as rédeas da fabricante sediada em Palo Alto.

A empresa anunciou em 2018 que iria despedir funcionários, estimando cortes entre os 4500 e os 5 mil trabalhadores até ao final do ano fiscal de 2019.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Novo Banco prevê redução de 1,7 mil milhões de malparado em 2020

Sede do Novo Banco, ex-BES, na Avenida da Liberdade.
(Ângelo Lucasl / Global Imagens )

Novo Banco não afasta que possa vir a pedir mais capital ao Fundo de Resolução

HP vai despedir até nove mil pessoas