smartphones

Huawei quer ultrapassar Samsung e Apple no fabrico de smartphones

Richard Yu apresentou o mais recente modelo da Huawei em abril
Richard Yu apresentou o mais recente modelo da Huawei em abril

O gigante chinês Huawei acredita poder ultrapassar 25% de quota de mercado nos próximos cinco anos, passando a Apple e a Samsung

A Huawei Technologies tem como objetivo para os próximos cinco anos ultrapassar a Samsung e a Apple e tornar-se no maior fabricante mundial de smartphones. A empresa chinesa espera, nesse período de tempo, conquistar mais de 25% de quota de mercado.

“Queremos ser o fabricande número 1 de smartphones no mundo. É uma corrida de longa distância e nós temos paciência”, disse Richard Yu, o responsável pelo negócio de eletrónica de consumo na empresa, durante uma conferência de tecnologia promovida pelo The Wall Street Journal, em Hong Kong.

A par da empresa sueca Ericsson, a chinesa Huawei é uma das maiores fornecedoras mundiais de equipamento de telecomunicações, mas tem vindo a crescer, nos anos mais recentes, no fabrico de telemóveis.

Atualmente, a quota da Huawei tem vindo a aproximar-se dos valores da Samsung e da Apple, cujo crescimento tem vindo a diminuir. No primeiro trimestre, o volume de vendas de smartphones da Huawei aumentou 59% face ao ano passado, enquanto as vendas da Samsung praticamente não evoluiram e as da Apple diminuiram 14%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Global Imagens

Juros para compra de casa caem para metade desde 2015

aeroporto

easyJet contesta lei que permite à ANAC intervir na gestão de slots

Fotografia: José Carlos Pratas/Global Imagens

Governo não muda regras de IRS para salários de anos anteriores

Outros conteúdos GMG
Huawei quer ultrapassar Samsung e Apple no fabrico de smartphones