aviação

I-Jet Aviation compra companhia portuguesa euroAtlantic

Avião da EuroAtlantic Airways.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)
Avião da EuroAtlantic Airways. (Leonardo Negrão / Global Imagens)

EuroAtlantic conta com mais de 350 funcionários e fornece ainda voos regulares, além do leasing de aeronaves e dos serviços 'charter'.

A portuguesa euroAtlantic foi comprada pela sociedade I-Jet Aviation PT, que é controlada pelo empresário Abed El Jaouni e pela companhia Njord Partners, por um valor não divulgado, de acordo com um comunicado.

“A recém-formada I-Jet Aviation PT anunciou hoje a aquisição bem-sucedida da euroAtlantic airways, a 15 de novembro, por um valor não divulgado”, lê-se na mesma nota, que avança ainda que a operação “que foi totalmente financiada por capitais da I-Jet Aviation PT, é a mais recente numa série de movimentos de crescimento estratégico recentes, efetuados pela empresa, com vista a responder à cada vez maior procura de serviços de aviação ACMI [leasing de aeronaves] e ‘charter'”.

A notícia da venda tinha sido avançada pelo Observador, no passado dia 22, depois de ser comunicada aos funcionários da empresa por email.

No comunicado, as empresas envolvidas recordam que a euroAtlantic conta com mais de 350 funcionários e fornece ainda voos regulares, além do ACMI e dos serviços ‘charter’.

“A aquisição reflete a crença da I-Jet no forte desempenho histórico da euroAtlantic, bem como nas suas perspetivas de crescimento atraentes, num momento em que a oferta de serviços aéreos chave-na-mão tem assumido uma crescente importância no setor dos transportes aéreos”, segundo a nota divulgada hoje.

Citado no comunicado, Abed El Jaouni diz que os compradores têm “planos ambiciosos para a empresa” e planeiam “fornecer à companhia e à sua equipa de direção existente todo o suporte financeiro e operacional necessário para cumprir esses planos”.

Por sua vez, Tomaz Metello, fundador da euroAtlantic indicou que irá manter-se, mas como membro não-executivo do Conselho de Administração I-Jet Aviation PT. “Acredito que a I-Jet, com a sua extensa experiência em investimentos e no setor da aviação, é o proprietário certo para conduzir a empresa para a sua próxima etapa e mais além”, destacou.

Abed El Jaouni, empresário que já atua na área da aviação e fundador de várias empresas ligadas ao setor, conta com uma “equipa de pessoas com experiência no setor de aviação, em várias funções técnicas, financeiras e de gestão, em empresas como a Atlas Air, a Lufthansa, a VistaJet, a GE, a Bombardier e a Mesa Air Lines”, de acordo com o comunicado.

Por sua vez, a Njord Partners “é um fornecedor de capital flexível a longo prazo para empresas de médio porte na Europa Ocidental”, tendo sido fundada em 2013. “Gere ativos num valor superior a 500 milhões de euros e investimentos em 14 empresas de vários setores, incluindo a aviação e as infraestruturas”, diz a mesma nota.

Em 25 de julho a operação foi divulgada pela Autoridade da Concorrência, que estava nessa altura em processo de análise da aquisição.

O negócio foi comunicado ao regulador no início do mesmo mês e implicava que a I-Jet Aviation iria comprar ações representativas de 95% do capital social da euroAtlantic.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, acompanhado pelo ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (Foto: Mário Cruz/Lusa)

Recuperar poder de decisão na TAP obriga Estado a pagar mais

Humberto Pedrosa é o acionista do consórcio Gateway.

TAP: Humberto Pedrosa realça a não nacionalização da empresa

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

TAP: Sindicato do Pessoal de Voo espera que acordo proteja postos de trabalho

I-Jet Aviation compra companhia portuguesa euroAtlantic