IMBS: A empresa que ensina a gerir melhor os trabalhadores

A empresa, graças a um conjunto de especialistas, trata da melhoria dos processos dos clientes e enquadra-a na mente dos trabalhadores

Há uma empresa em Portugal que ajuda os gestores a saber lidar melhor com os trabalhadores e que já conquistou clientes empresariais como a José de Mello Saúde, a Delta Cafés e o grupo TMG - Têxteis Manuel Gonçalves. Nascida em maio de 2014, a IMBS foi fundada por Miguel Santos e Hugo Marujo e garante que uma empresa recebe pelo menos o triplo daquilo que investe sem ter de despedir pessoas.

"Quando fundámos a IMBS, já tínhamos um vasto conhecimento do mercado e já sabíamos quem eram os administradores das grandes empresas nacionais. Tínhamos 18 sectores de mercado onde poderíamos atuar", recordam os dois fundadores da consultora em entrevista ao Dinheiro Vivo.

A empresa, graças a um conjunto de especialistas, trata da melhoria dos processos dos clientes e enquadra-a na mente dos trabalhadores. Esta mudança é feita "de baixo para cima, para que estas alterações perdurem", destacam Miguel Santos e Hugo Marujo.

O processo de transformação conta com cinco fases e "começa com um diagnóstico, onde é feito o retrato da empresa e identificadas as oportunidades de melhoria dos clientes. Depois, são definidas as medidas a tomar para conseguir tornar as operações mais eficientes.

A formação dos trabalhadores, dentro de uma sala, e o desenvolvimento de ferramentas para saberem lidar com a transformação da empresa surgem a meio deste percurso. O processo é flexível e na quarta etapa, além de serem implementadas várias ações, são feitos vários ajustes. Na última fase, fica garantido que as empresas conseguem os resultados pretendidos.

Apesar de o processo de transformação ter sempre a mesma base, ele é "adequado à cultura da empresa" para que se possa tornar mais eficaz. E também é praticada a "escuta ativa", em que se percebe "qual é o melhor método de influência para conseguir mais produtividade".

Clientes

A IMBS atua na área dos serviços e na indústria. Nos serviços, está disponível para ajudar as empresas das áreas de engenharia, saúde, transportes, logística, finanças e comércio.

Na indústria, as empresas são ajudadas "desde que a matéria-prima entra na fábrica até à saída do produto final". Os líderes da consultora acreditam que graças ao processo de transformação "é possível retirar gorduras operacionais do processo" e resolver os principais problemas das empresas: custos sobredimensionados, tarefas redundantes, falta de produtividade, menor eficiência e a inexistência de indicadores de gestão de operações".

Próximos passos

Depois de ultrapassar a barreira de um milhão de euros de receitas, a IMBS pretende duplicar o número de consultores até ao final do ano - de 10 para 20 - e admite que já está a começar a olhar para o mercado internacionais, onde poderá começar a transformar os processos de multinacionais de outros países.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de