iBuyer Casavo chega a Portugal com 100 milhões na carteira

A proptech de origem italiana, que compra casas em sete dias, apostou em Lisboa para iniciar a sua operação em Portugal.

Sónia Santos Pereira
A Casavo está interessada na compra de imóveis residenciais em Lisboa. © Orlando Almeida / Global Imagens

A italiana Casavo, plataforma digital que adquire casas diretamente aos proprietários em sete dias, estreia-se esta quarta-feira no mercado português e traz uma carteira de 100 milhões de euros para investir na aquisição de imóveis residenciais. Para já, esta iBuyer (compradora instantânea) vai centrar a sua operação em Lisboa, mas tem em perspetiva expandir o negócio a outras cidades do país.

A empresa, fundada em 2017, está presente em Milão, Roma, Turim, Florença, Bolonha, Madrid, Barcelona e, agora, em Lisboa. Até ao momento, realizou mais de 166 mil avaliações de imóveis, concretizou mais de 2.300 transações com um valor superior a 700 milhões de euros e angariou mais de 450 milhões em equity e dívida, diz em comunicado enviado às redações. Entre os seus investidores contam-se a Goldman Sachs, Exor,
Greenoaks Capital, Project A Ventures, 360 Capital, entre outros.

A proptech assenta o seu negócio numa plataforma tecnológica que faz as avaliações dos imóveis, baseadas no seu algoritmo patenteado, analisa diferentes variáveis e permite submeter as ofertas aos proprietários em 48 horas. O passo seguinte, à semelhança da operação de outras iBuyers a operar em Portugal, é a visita às casas. Neste capítulo, a empresa de origem italiana faz "apenas uma visita presencial às casas, contrariando a média de 20 visitas habituais", diz. Caso haja acordo com o proprietário, a Casavo compromete-se a assegurar todo o processo de transação e efetuar o pagamento na íntegra em apenas sete dias.

Segundo a empresa, este modelo de negócio "traz liquidez ao mercado imobiliário e transparência a um processo tradicionalmente complexo e desgastante para os vendedores".

Após a compra, a Casavo investe em obras de renovação e coloca os imóveis à venda, com preços dentro dos valores médios do mercado.

"O mercado imobiliário na área metropolitana de Lisboa tem uma dimensão interessante, com mais de 70.000 transações por ano, e tem as características ideais para uma plataforma como a nossa, uma vez que as pessoas continuam a preferir comprar casa em vez de alugar", afirma no comunicado Duarte Ferreira dos Santos, vice president of investments da Casavo em Lisboa.

"Através de ferramentas como a avaliação instantânea de imóveis e a apresentação de ofertas num curto espaço de tempo, a Casavo traz mais transparência, confiança e comodidade aos utilizadores", sublinha ainda o responsável.

A Casavo já tem equipa e escritório em Lisboa, e projeta contratar mais de 20 pessoas nos próximos meses para reforçar o seu plano de crescimento em Portugal.

A empresa aposta também no estabelecimento de parcerias com agentes imobiliários, oferecendo-lhes soluções tecnológicas que lhes permitem adaptar a oferta às exigências dos clientes. Atualmente conta com uma rede de mais de 2.500 agentes a nível internacional, sendo que prevê aumentar este número através da constituição de parcerias com as agências portuguesas.

Mais Notícias

Veja Também

Outros Conteúdos GMG