Idealista: preço das casas subiu 1% entre julho e setembro

Os preços das casas em Portugal subiram 1% no terceiro trimestre do ano, apesar da pandemia, contabiliza o índice de preços do Idealista.

A pandemia de covid-19 não fez baixar os preços das casas em Portugal, aponta a plataforma Idealista. De acordo com os dados revelados pelo índice de preços da plataforma, que analisa os anúncios de casas disponíveis no site, os preços das casas subiram 1% no terceiro trimestre deste ano, face ao mesmo período de 2019.

De acordo com os mesmos dados, o preço do metro quadrado também continua a aumentar: situa-se agora nos 2090 euros por metro quadrado. Comparando com o primeiro trimestre, trata-se de um aumento de 5,5%.

O maior aumento de preços das casas, em termos trimestrais, foi registado na região Centro (4,4%) e Região Autónoma da Madeira (2,5%). No Algarve os preços subiram 2,1% e no Norte 1,3%. Em sentido contrário os preços baixaram nos Açores (-4,5%), na Área Metropolitana de Lisboa (-1,4%) e Alentejo (-0,2%), segundo os dados do Idealista.

A Área Metropolitana de Lisboa continua a ter o metro quadrado mais caro do país: em média, 2954 euros por m2, seguido pelo Algarve (2343 euros por m2) e o Norte (1787 euros por m2).

Continua a ser mais barato comprar casa nos Açores (997 euros por metro quadrado), a única região do país onde o metro quadrado fica abaixo da barreira dos mil euros. Segue-se o Alentejo (1029 euros por metro quadrado) ou a região Centro (1083 euros por metro quadrado).

Já por distritos, os maiores aumentos de preços foram registados em Braga (8,5%), Aveiro (6,1%), Coimbra (4,9%), Viseu (4,7%), Bragança (3,2%) e na Madeira (2,7%).

Afinando para cidades, o índice de preços do Idealista coloca Lisboa como a cidade onde mais caro é comprar casa, com o preço do metro quadrado a ascender aos 4614 euros. O segundo lugar das cidades mais caras é ocupado pelo Porto (2895 euros por m2) e Faro (1949 euros por metro quadrado).

Já as cidades da Guarda ou Portalegre representam os locais mais baratos para comprar casa: 690 e 700 euros por metro quadrado, respetivamente. Castelo Branco e Beja também ficam abaixo dos 800 euros o metro quadrado: 750 e 780 euros por m2, respetivamente.

O índice de preços das casas do Idealista é feito tendo por base os preços publicados pelos anunciantes da plataforma.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de