Preços das casas no centro de Lisboa caem 12% na segunda metade de 2020

As casas no centro histórico de Lisboa apresentaram variações negativas no segundo semestre de 2020 nas comparações homóloga e em cadeia. São as maiores quedas registadas desde 2008.

Os preços das casas no Centro Histórico de Lisboa registaram uma quebra de 12% no segundo semestre de 2020 face ao período homólogo de 2019.

A variação face aos primeiros seis meses do ano passado é também negativa, em 14,4%.

Estes dados foram apurados pela Confidencial imobiliário com base no Índice de Preços do Centro Histórico de Lisboa (IPCHL) tendo por base os território das freguesias de Santa Maria Maior, São Vicente e Misericórdia.

"Em termos homólogos, a atual queda sucede a dois semestres já de contração, embora em patamares que não tinham ido além dos -3,4%", realça em comunicado a Confidencial Imobiliário.

Segundo a consultora, na variação em cadeia, a atual descida contrasta com o crescimento de 2,9% observado no primeiro semestre do ano".

Estas variações registadas no segundo semestre de 2020 traduzem as descidas mais significativas desde que o IPCHL acompanha a evolução dos preços nesta zona central da capital, ou seja, desde 2008.

Anteriormente quer a descida em cadeia quer a homóloga mais elevada tinham sido de cerca de 6%, observadas em 2012, num momento de desvalorização, em plena crise financeira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de