Imperial vendida aos espanhóis da Valor

O grupo Vallis vendeu a fabricante portuguesa de chocolates, que tem marcas como a Regina, Pantagruel ou Jubileu. O valor da operação não foi divulgado.

O grupo Vallis acaba de anunciar a venda de 100% da fabricante de chocolates Imperial à espanhola Valor. O valor da operação não foi divulgado. Segundo foi possível apurar, está sujeito a um acordo de confidencialidade entre as duas entidades.

"O Fundo Vallis Sustennable Investments I informa que acordou com a Chocolates Valor a alienação de 100% do capital da Imperial - Produtos Alimentares", diz em comunicado enviado às redações.

A operação está sujeita à aprovação da Autoridade da Concorrência.

Segundo o comunicado, a Valor dá assim o seu primeiro passo de expansão industrial de caráter internacional. A fabricante espanhola, com unidades produtivas em Villajoyosa e Ateca, "concretiza a sua primeira operação de aquisição internacional e reforça a sua posição no setor ibérico do chocolate".

"A combinação das duas empresas potenciará o desenvolvimento dos seus negócios, reforçando e projetando as suas marcas e maximizando as sinergias de ambas", refere ainda o documento.

Eduardo Rocha, CEO da Vallis Capital Partners, diz "que é com satisfação que, com esta transação, a Imperial vê reconhecido o seu percurso ao longo dos últimos 5 anos, nos quais consolidou o prestígio e notoriedade das suas marcas, ao mesmo tempo que investiu na modernização das suas instalações industriais".

Para o responsável, a Chocolates Valor, "pela sua solidez e reputação no setor será o acionista certo para continuar potenciar o crescimento da Imperial".

A transação deverá ser fechada nas próximas semanas. Até esse momento, a fábrica continuará a operar como habitualmente, sendo que as instalações e as marcas continuarão a ser geridas pela Vallis Capital Partners.

No comunicado, o Fundo Vallis Sustennable Investments I, o primeiro fundo de capital de risco da Vallis Capital Partners, e que responde por uma capitalização de 75 milhões de Euros, refere que "prossegue com sucesso o seu ciclo de desinvestimento e geração de liquidez para os seus subscritores, apesar do atual contexto global de incerteza e recessão".

Valor exporta para 60 países

A empresa familiar espanhola, líder no seu país de origem nos segmentos de chocolate amargo, chocolate de amêndoa, chocolate sem açúcar e chocolate quente, adianta também em comunicado que esta aquisição está enquadrada no seu plano estratégico trienal.

Segundo Pedro López, presidente executivo da Chocolates Valor, "a aquisição da Imperial é um momento importante para nós, é a concretização de um sonho. Tratou-se de uma decisão cuidada e que resultou do facto de termos encontrado uma empresa com a qual nos identificamos e que nos complementa".

A Valor exporta para mais de 60 países e tem presença no retalho em Espanha, com lojas próprias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de