Empresas tecnológicas

Imposto digital da UE deve dar 5 mil milhões por ano

Google

Proposta de Bruxelas para taxar as receitas das grandes tecnológicas chega na próxima semana e deve ficar nos 3%.

As grandes empresas de tecnologia como a Google, Facebook, Amazon e Apple estão prestes a serem atingidas com um brutal aumento de impostos. A notícia surgiu a semana passada e, na altura, noticiámos que imposto iria dar ganhos, no mínimo, de 3,8 mil milhões de euros.

Hoje, o Financial Times reporta, citando um rascunho da proposta que deve ser apresentada na próxima semana, que o valor do novo imposto digital sobre o volume total das receitas deve levar à entrada nos cofres da UE de cinco mil milhões de euros por ano. Até agora só eram taxados os lucros.

O documento indica que o imposto deve fixar-se nos 3% (falava-se num valor entre os 2 e 6%) e deverá focar-se, inclusive, nas receitas publicitárias geradas pelos gigantes como a Google, ou nos valores angariados com utilizadores e subscritores de serviços, como a Apple ou Spotify. As receitas de negócios que vendem informação digital (a chamada Big Data) a terceiros também estão incluídas no novo imposto.

O documento, revelado pelo Financial Times, indica que o imposto só será aplicado a empresas com receitas globais de mais de 750 milhões de euros e receitas anuais geradas na União Europeia de 50 mil milhões de euros. Tudo indica que o novo imposto vai enfurecer as grandes tecnológicas americanas, que se têm queixado de tratamento desigual pela UE.

Quem também se deverá opor são os Estados europeus que mais têm a perder com a medida e onde estão atualmente (aproveitando benefícios fiscais) as grandes tecnológicas: Irlanda e Luxemburgo.

Unanimidade pode dificultar o novo imposto

Para que a proposta passe a imposto, a Comissão Europeia precisa de um apoio unânime dos 28 Estados-Membros, o que pode complicar o processo.

No rascunho da proposta, a Comissão Europeia indica que, enquanto as empresas tradicionais pagaram um imposto efetivo de 23,3%, as empresas digitais pagaram em média 9,5% de imposto na União Europeia. Plataformas de e-commerce que trabalham no retalho, como a Amazon, podem escapar parcialmente ao novo imposto, é referido pelo Financial Times.

Entretanto, o governo britânico também já deu a entender que irá criar um novo imposto sobre as receitas vindas do mundo digital.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Theresa May, PM britânica, cumprimenta Mark Rutte, PM holandês. Fotografia: REUTERS/Piroschka van de Wouw

Mais de 250 empresas do Reino Unido contactam Holanda por causa do Brexit

REUTERS/Yves Herman

Comissão Europeia: vistos gold falham na verificação de origem de fundos

4. Peças automóveis

É recorde: Peças para carros valem mais de 11 mil milhões de euros

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Imposto digital da UE deve dar 5 mil milhões por ano