Inditex e Cortefiel fecham lojas em Madrid. Produção da Nissan pára em Barcelona

Devido ao surto de Covid-19, algumas multinacionais em Espanha tomam medidas para tentar conter a propagação do vírus.

Com o governo espanhol a decretar um estado de alerta devido ao Covid-19, algumas empresas em Espanha estão a tomar medidas, tanto em Madrid como em Barcelona.

No caso da capital espanhola, a Inditex, dona da Zara, e o grupo Tendam, dono da Cortefiel, vão encerrar todas as lojas em Madrid, na tentativa de contenção do vírus. Com as duas empresas a deterem um grande número de lojas da área têxtil - a Inditex é dona da Zara, da Pull & Bear e da Stradivarius e a Tendam detém as marcas Cortefiel, Pedro del Hierro, Springfield e Women' Secret - a decisão entra em vigor esta sexta-feira.

Do lado da Inditex, serão fechadas as lojas em La Rioja, Vitoria e Miranda de Ebro, classificadas como "zonas de transmissão comunitária", indica o jornal espanhol Cinco Dias.

Já a Tendam encerrará as lojas em Madrid, Euuskadi e La Rioja a partir desta manhã.

A dona da Cortefiel anunciou que reforçará os serviços online das suas marcas, com compras livres de portes de envio e devoluções e trocas válidas até 60 dias.

Já em Barcelona, há uma paragem na indústria automóvel. A japonesa Nissan anunciou a paragem da produção em Barcelona a partir do final desta tarde, avança também o Cinco Dias. Esta paragem dever-se-á a problemas no fornecimento de pneus naquela região, devido ao Covid-19.

O jornal espanhol refere que esta unidade de produção está a funcionar a cerca de 20% da capacidade. É nesta localização que são produzidos os modelos Nissan NV-200, Navara, o Renault Alaskan e ainda uma carrinha da Mercedes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de