retalho

Inditex investe 1700 milhões na logística

zara

O objetivo do grupo galego é ter todas as suas marcas disponíveis online até 2020

A Inditex está a investir 1700 milhões de euros no reforço da sua capacidade logística, como forma de dar resposta ao crescimento das vendas online. Em causa está a construção de novos hubs e centros logísticos em várias cidades espanholas, mas, também, na Holanda.

A notícia é hoje avançada pelo jornal espanhol El Economista, que dá conta que a Inditex conta, atualmente com dez centros logísticos em operação em Espanha e que dão resposta às necessidades das diferentes marcas, servindo as 7.500 lojas que o grupo tem em todo o mundo com entregas de produtos duas vezes por semana. O principal situa-se em Arteixo, na Corunha, onde está a sede central do grupo. Há mais um em Narón, a que se juntam três na província de Barcelona, um em Guadalajara, um em Alicante, outro em Madrid, em Saragoça e em Leão, sendo que este último está a sofrer obras de ampliação.

Além do novo hub que a empresa acaba de concluir em Laracha, na Corunha – numa área total de 120 mil metros quadrados e com um investimento de 57 milhões de euros – há, ainda, a intenção de instalar na zona de Valência, em Parc Sagunt, mesmo ao lado do terreno onde a Mercadona está a construir o seu maior centro logístico, um armazém para a Tempe, a sua subsidiária de calçado. Empresa que tem, também, em curso a construção de um armazém de 34 mil metros quadrados em Alicante.

E na Holanda, em Lelystad, está a ser construída a dita conexão logística para servir de complemento aos centros espanhóis. Tem a grande vantagem de estar próximo ao aeroporto de Schipol, em Amesterdão, a maior infraestrutura de carga aérea da Europa, e a Inditex, pretende, assim, acelerar a entrega das suas mercadorias na Europa Central e na Ásia.

O grupo galego garante que os investimentos não se destinam, apenas, a aumentar a capacidade logística, mas, também, a incorporar as inovações mais recentes no domínio da digitalização. Muito do software é desenvolvido internamente. O objetivo, claro, é “aumentar a eficiência na gestão dos tempos de envio e duplicar a velocidade de transporte, armazenamento e recolha da mercadoria”.

Recorde-se que a Inditex tem lojas em 96 países, mas chega já a 202 mercados através da plataforma de vendas online da Zara. O objetivo é que, em 2020, “todas as marcas do grupo estejam disponíveis para compra através da internet”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

O advogado e porta-voz do sindicato nacional dos motoristas, Pardal Henriques. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Pardal Henriques foi a personalidade mais mediática da greve

RODRIGO ANTUNES / LUSA

Governo reúne motoristas e patrões em nova maratona de “intransigências”

Outros conteúdos GMG
Inditex investe 1700 milhões na logística