Coronavírus

Intel deixa avisos sobre impacto de pandemia no negócio

Intel, processador, componentes
Fonte: Pixabay

A fabricante Intel vai suspender a recompra de ações, um plano que tinha anunciado no ano passado.

A pandemia global está a levar várias empresas a fazerem alterações aos planos de negócio que tinham traçado. A Intel é um desses casos, com a empresa a avisar que a pandemia global poderá ter um “impacto material” no negócio, mesmo que a empresa mantenha as fábricas operacionais.

Uma das alterações que a fabricante de processadores americana vai fazer é suspender o plano de recompra de ações, algo que tinha anunciado em outubro do ano passado. Na altura, a Intel referia que iria recomprar ações no valor de 20 mil milhões de dólares, num intervalo de tempo entre 15 a 18 meses. Nos últimos meses, a empresa já recomprou 7,6 mil milhões de dólares em ações, indica a Reuters.

A empresa referiu ainda que esta suspensão não terá impacto no pagamento de dividendos.

A Intel não é a única empresa a adotar esta estratégia, motivada pelas preocupações em torno da pandemia global de covid-19. Na semana passada, foi a vez da operadora de telecomunicações AT&T anunciar uma decisão semelhante.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (D), e o presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares (E), participam na conferência de imprensa no final de uma reunião, em Loures. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Costa: “Há países que foram colocados em listas vermelhas por retaliação”

João Rendeiro, ex-gestor do BPP

João Rendeiro, ex-presidente do BPP, condenado a pena de prisão

O deputado do Partido Social Democrata (PSD) Ricardo Batista Leite. (RODRIGO ANTUNES/LUSA)

PSD quer transferir reuniões do Infarmed para o parlamento

Intel deixa avisos sobre impacto de pandemia no negócio