Telecomunicações

Isabel dos Santos no novo conselho de administração da Unitel

Fotografia: DR
Fotografia: DR

O português Miguel Geraldes é o novo diretor-geral da Unitel. Isabel dos Santos renova mandato no conselho. Futuro presidente ainda não é conhecido

A Unitel elegeu o novo conselho de administração que vai liderar a operadora angolana até 2021. A companhia elegeu ainda um novo diretor-geral, Miguel Geraldes, que substitui Antony Dolton, no cargo desde 2013. Futuro presidente de conselho, cargo até aqui ocupado por Isabel dos Santos, será eleito na primeira reunião de conselho que só entra em funções a 6 de maio.

A nomeação do novo conselho de administração decorreu esta terça-feira após uma assembleia geral extraordinária.

O tema tem levado a um braço de ferro entre os acionistas, tendo em fevereiro o jornal Público noticiado de que a Sonangol (que detém 25% através da MSTelcom) acusava a Vidatel, de Isabel dos Santos, e a Geni, de Leopoldino do Nascimento, de impedirem a nomeação de um novo conselho, quando o seu mandato já tinha caducado há um ano.

“Em violação da lei, do contrato de sociedade e de obrigações contratuais, a Vidatel e a Geni, de forma intencional, impediram e continuam a impedir a eleição do novo conselho de administração da Unitel”, acusa a MSTelcom numa carta enviada ao então diretor-geral da Unitel, Antony Dolton, citada pelo Público.

A brasileira Oi, que passou a controlar os 25% da antiga PT Ventures na operadora angolana após o processo de combinação de negócio entre a Oi/PT, também há muito que exige ter representação no conselho de administração da Unitel.

Isabel dos Santos, que presidia ao conselho de administração – futuro presidente ainda não é conhecido, já que o “Conselho de Administração irá realizar, após a sua entrada em funções, uma primeira reunião para eleger o seu Presidente, nos termos previstos na lei”, informa a Unitel em comunicado – renovou mandato na Unitel.

Para o novo conselho transitou ainda Amilcar Safeca (apontado como próximo do dono da Geni).

Novidade é a entrada de Miguel Geraldes, para o cargo de diretor-geral. De nacionalidade portuguesa, o gestor transita da representação na África do Sul da chinesa Huawei, tendo sido durante 9 anos diretor-geral da operadora MTC Namibia. Foi o homem da PT na Namíbia, quando a operadora entrou na MTC.

João Boa Quipipa e Luiz Rosa compõem o conselho de administração.

O comunicado da Unitel não faz qualquer referência ao segundo ponto da agenda de trabalhos da assembleia-geral, a providência cautelar interposta pela PT Ventures contra a Unitel.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Página inicial

Paulo Macedo presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos
(Orlando Almeida / Global Imagens)

Centeno dá bónus de 655.297 euros à administração da CGD

Outros conteúdos GMG
Isabel dos Santos no novo conselho de administração da Unitel