Oi

ISDA. Recuperação judicial da Oi é evento de crédito

Sergio Moraes/Reuters
Sergio Moraes/Reuters

A decisão do ISDA surgiu na quinta reunião do organismo. No Brasil, a Justiça já aceitou o pedido de recuperação judicial da Oi.

A recuperação judicial da operadora brasileira Oi constitui um evento de crédito, decidiu o Comité de Decisões da Associação Internacional de Swaps e Derivados (ISDA), organismo onde estão reunidos os representantes dos maiores bancos e gestoras de ativos mundiais.

A decisão vai acionar os “credit-default swaps” (CDS) que existiam sobre os títulos de dívida da Oi e da PT Finance, dívida garantida pela operadora brasileira.

Deverão ser acionados CDS num valor bruto de 13 mil milhões de dólares. Em termos líquidos deverão ser pagos 921 milhões de dólares. Mais tarde será realizado um leilão pelo ISDA em que será determinado o valor estimado de recuperação das obrigações da Oi e da PT Finance.

A data será decidida em julho.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dos blueprints  dos primeiros automóveis, ao topo dos carros elétricos atuais, de elon Musk, em homenagem, a Nikolas Tesla.
Ilustração: VITOR HIGGS

Automóvel. Em 20 anos do euro mudou tudo, menos a carga fiscal e o líder

A EDP, liderada por António Mexia, vai pagar o maior cheque de dividendos da bolsa nacional.

PSI20. Menos lucros mas o mesmo prémio aos acionistas

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Vieira Lopes: “Metas do governo são realistas mas é preciso investimento”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
ISDA. Recuperação judicial da Oi é evento de crédito