retalho

Jeff Bezos já está a preparar a Amazon do espaço

Jeff Bezos, CEO da Amazon. Fotografia: Direitos Reservados
Jeff Bezos, CEO da Amazon. Fotografia: Direitos Reservados

Jeff Bezos trabalha para o dia em que povoações lunares precisem de um serviço de entregas

As grandes empresas estão loucas com o espaço. E a promessa de poderem oferecer às carteiras mais recheadas um pedaço de desconhecido já está a mover negócios pelo mundo inteiro. No início do mês, Elon Musk disse que até final de 2018 vai arrancar com missões turísticas à Lua; agora Jeff Bezos dá mais um passo para falar de uma colonização da Lua. E, quando isso acontecer, o dono da Amazon quer fornecer os itens necessários para uma vida espacial.

“É tempo de a América voltar à Lua – desta vez para ficar. Ter uma povoação na lua de forma permanente é um objetivo difícil, mas digno. E muita gente está em êxtase com isto”, adiantou Bezos, sublinhando que a sua empresa Blue Origin vai lá estar quando isto acontecer e será a Amazon espacial.

bezos

Com o monopólio da entrega e venda de retalho em Terra, o CEO planeia que o seu módulo “Blue Moon” possa fazer as entregas do equipamento necessário para a colocação de humanos na Lua.

O objetivo é que a primeira missão levante voo em julho de 2020. O Washington Post, que adiantou a história, conta que Bezos já falou com a NASA e com a equipa de Donald Trump.

O empresário procura o apoio da NASA para enviar o módulo lunar para Shackleton Crater. O módulo deverá ter capacidade para transportar mais de 4500 quilos de carga.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, João Leão (D), durante o debate e votação da proposta do orçamento suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Bruxelas agrava projeção de contração em Portugal para 9,8%

Fotografia: Orlando Almeida/ Global Imagens.

SATA pede auxílio ao Estado no valor de 163 milhões de euros

Comissão Europeia, Bruxelas (REUTERS)

Bruxelas revê estimativas. Economia da zona euro deverá recuar 8,7% em 2020

Jeff Bezos já está a preparar a Amazon do espaço