retalho

Marca de sapatos Jimmy Choo está à venda

Foto: DR
Foto: DR

A marca britânica explica que decidiu "conduzir uma revisão das suas opções estratégicas de forma a maximizar valor para os seus acionistas".

A marca britânica de sapatos de luxo Jimmy Choo foi posta à venda. O anúncio foi feito esta segunda-feira em comunicado pela própria empresa, que descreve a medida como parte de uma “revisão estratégica dos objetivos” para o futuro.

De acordo com o comunicado, citado pelo Financial Times, a marca britânica explica que decidiu “conduzir uma revisão das suas opções estratégicas de forma a maximizar valor para os seus acionistas”.

A Jimmy Choo é detida maioritariamente pela JAB Luxury, uma empresa alemã que é dona de 67,7% das ações da marca, e que deu luz verde ao processo de venda.

As restantes ações estão divididas entre os trabalhadores da marca e os fundos soberanos de Singapura e do Kuwait.

A Jimmy Choo apresentou no mês passado os resultados de 2016, que revelaram um aumento dos lucros de 1,6%, impulsionados pelas vendas na China. As vendas cresceram 15% para 434 milhões de euros.

A Jimmy Choo, especializada na venda calçado e acessórios, tem 150 lojas espalhadas por todo o mundo. Foi fundada em 1996 por Tamara Mellon.

As ações da empresa, que entrou em bolsa em 2014, estão hoje a subir 6,5% para 180,3 pence. A marca tem atualmente uma capitalização bolsista de 840 milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Vítor Constâncio, na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. TIAGO PETINGA/LUSA

BCP, Berardo e calúnias. As explicações de Constâncio no inquérito à CGD

Outros conteúdos GMG
Marca de sapatos Jimmy Choo está à venda