Alimentação

JusteBio abre primeira loja de granel bio em Portugal

Franck Bonfils na loja bio a granel JusteBio
Franck Bonfils na loja bio a granel JusteBio

Marca investiu cem mil euros na sua primeira loja em Lisboa. Quer chegar a cem lojas de outras cadeias com granel bio.

Há negócios que começam na garagem, mas, sendo este da área alimentar, é natural que os ingredientes do início da JusteBio, marca francesa de produtos biológicos, tenham começado a ser misturados na cozinha da família de Franck Bonfils, na região de Marselha. Começou com a torra de amendoins para abastecer cervejarias locais para, em 2013, nascer a JusteBio, hoje um negócio de 49 milhões presente em França, Bélgica, Suíça e Luxemburgo. Este ano querem faturar 75 milhões. Escolheram Lisboa para abrir a sua primeira loja. “Portugal funcionará como um ‘laboratório’, onde poderemos observar as correntes e flutuações de mercado, antes de nos lançarmos noutros países”, diz Franck Bonfils, CEO da JusteBio.

Com 111 dispensadores a granel, a loja, entre as zonas do Marquês de Pombal e as Amoreiras, é a flagship store da marca. “Permite-nos testar os produtos e dar a conhecer o nosso conceito. Dentro de poucos meses iremos analisar o desempenho da loja em Lisboa, gerida pelo nosso parceiro Pisabell.” No espaço, que além da venda a granel oferece mais de 130 referências de produtos biológicos (dos quais apenas dois são marcas portuguesas: a San Tonelli e So Natural), foram investidos cem mil euros, tendo criado seis postos de trabalho. Neste ano querem um milhão de euros em vendas, perspetivando em 2020 vendas de três milhões e um investimento de 400 mil euros, elevando para 14 o número de colaboradores.

Em França, o granel representa 80% do negócio da JusteBio, tendo a marca conquistado 75% do mercado francês nessa categoria, no caso dos produtos embalados (saquetas) têm 12% de quota. “Queremos reproduzir em Portugal o mesmo desempenho, tendo como objetivo tornar-nos líder no segmento de frutos secos biológicos”, aponta Franck Bonfils.

Para isso querem levar para a distribuição ou lojas de bairro o conceito JusteBio. “Pretendemos duplicar aqui o modelo que fez sucesso em França através do conceito full service” e que já atraiu 3500 lojas. A empresa fornece o equipamento, aconselha sobre os produtos e trata dos funis de enchimento, da sua limpeza e manutenção. Querem neste ano chegar com os seus dispensadores de granel biológico a cem lojas em Portugal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(João Silva/ Global Imagens)

Há quase mais 50 mil imóveis de luxo a pagar AIMI

(João Silva/ Global Imagens)

Há quase mais 50 mil imóveis de luxo a pagar AIMI

Angela Merkel e Donald Trump. Fotografia: REUTERS/Kevin Lamarque

FMI corta crescimento da Alemanha, mas Espanha ainda compensa

Outros conteúdos GMG
JusteBio abre primeira loja de granel bio em Portugal