Telecomunicações

KKR propõe entrada de espanhola MásMóvil na Nowo e Oni

Sede da Nowo, no Parque das Nações, em Lisboa
Sede da Nowo, no Parque das Nações, em Lisboa

Fundo norte-americano entrou no capital das duas empresas portuguesas no ano passado

O fundo de investimento KKR propôs ao grupo espanhol MásMóvil a entrada no mercado português através de uma participação minoritária da Nowo (ex-Cabovisão) e ONI, noticiou o El Economista.

O dono das duas operadoras nacionais procura na operadora espanhola um sócio industrial, oferta que está em análise, não sendo conhecidos valores. Ainda de acordo com o El Economista, a oferta do fundo norte-americano ter-se-á estendido a outros grupos de telecomunicações europeus.

O fundo não estará interessado em manter a totalidade do capital da Nowo (mercado residencial) e Oni (mercado empresarial). A MásMóvil é o quarto operador em Espanha, mercado onde tem crescido por aquisições (de PepePhone, Yoigo ou LlamaYa, entre outros), bem como de forma orgânica.

O KKR comprou as duas empresas à APAX France que adquiriu as duas operadoras à Altice que colocou a Nowo e a Oni à venda na sequência da compra da PT Portugal.

As dificuldades financeiras da Nowo e ONI têm sido notícia, depois da Altice Portugal ter avançado com um pedido de insolvência da Nowo por falha de pagamento de uma dívida (tendo mais tarde chegado a um plano de pagamentos) e depois do corte dos canais SportTV por uma dívida de vários milhões.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fernão de Magalhães

Quem pagou a expedição planetária de Magalhães? Um investidor vindo de Portugal

Fernão de Magalhães

Quem pagou a expedição planetária de Magalhães? Um investidor vindo de Portugal

Maria João Gala / Global Imagens

Centeno aponta margem de 200 milhões para aumentos na Função Pública

Outros conteúdos GMG
KKR propõe entrada de espanhola MásMóvil na Nowo e Oni