retalho

Kobe Bryant. Equipamento do jogador da NBA esgota na loja da Nike

Kobe Bryant
Kobe Bryant

A Nike era há 17 anos um dos patrocinadores do antigo jogador da NBA, falecido no domingo num acidente de helicóptero.

Ténis e equipamento do antigo jogador Kobe Bryant esgotaram na loja online da Nike em apenas dois dias depois da morte do antigo jogador da NBA, admitiu a empresa, contradizendo notícias de que o material teria sido retirado para evitar o açambarcamento de fãs para posterior revenda.

O canal desportivo ESPN tinha noticiado na segunda-feira, com base em fontes não identificadas, que a Nike teria removido todos os produtos associados ao antigo jogador para evitar compras em massa pelos fãs, para revenda em mercados secundários.

Pesquisas no site da Nike por ‘Kobe’, ‘Bryant’ ou ‘Mamba’ (alcunha do jogador) redirecionavam para o comunicado da Nike em reação à morte do antigo jogador dos LA Lakers. Quando pesquisavam produtos específicos, os utilizadores eram informados que o produto não estava disponível.

Um porta-voz da Nike confirmou à Bloomberg que os produtos estão esgotados, mas não deu informação sobre o volume de vendas gerados, nem as receitas obtidas com esta corrida dos fãs ao merchandising ligado ao jogador.

A ligação entre a marca desportiva e o jogador remontava a 2003, tendo sido, desde então, lançados mais de 10 ténis e outro tipo de equipamento em parceria com a estrela da NBA.

A Nike foi uma das poucas marcas desportivas que não deixou cair o patrocínio ao atleta quando foi acusado de violação. O caso não chegou a Tribunal, depois de o acusador ter recusado testemunhar perante a Justiça.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Indústria do calçado. 
Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal regressou ao Top 20 dos maiores produtores de calçado

Sonae Industria

Ações da Sonae Indústria e da Sonae Capital disparam após OPA da Efanor

Alexandre Meireles, presidente da ANJE. Fotografia:  Igor Martins / Global Imagens

ANJE teme que 2021 traga “grande vaga” de falências e desemprego

Kobe Bryant. Equipamento do jogador da NBA esgota na loja da Nike