Leonor Beleza e Rui Vilar vão ser vice-presidentes da CGD

Leonor Beleza impôs como condição para aceitar a vice-presidência da CGD não receber salário, diz "Negócios"

O governo vai nomear uma equipa de gestão para a Caixa Geral de Depósitos com 19 elementos. Nesta equipa, e além da presidência a cargo de António Domingues, destaque para a presença de Leonor Beleza e Rui Vilar como vice-presidentes do banco público.

Os nomes que fazem parte da nova equipa de gestão da CGD estão a ser avançados pelo "Jornal de Negócios", onde constam também Pedro Norton e Bernardo Trindade, como futuros administradores não executivos da instituição.

De acordo com a mesma fonte, a comissão executiva do banco público contará com o presidente, António Domingues, e seis administradores executivos. Entre estes estará Emídio Pinheiro, também do BPI, à imagem de Domingues. Já quanto a administradores não executivos, estes serão 12 destacando-se os nomes do ex-CEO do grupo Impresa e do ex-secretário de Estado do Turismo de Sócrates.

Leonor Beleza, ex-ministra de Cavaco, impôs como condição para aceitar a vice-presidência da CGD não receber salário, devendo acumular o posto com a presidência da Fundação Gulbenkian.

Além destes nomes, a estrutura da CGD contará ainda com Guilherme d'Oliveira Martins, ex-presidente do Tribunal de Contas, no conselho fiscal.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de