moda

Líder da Farfetch nomeado para melhor líder de negócios de moda

José Neves, líder da Farfetch, rmpresa unicórnio fundada por um português.
Foto: Financial Times
José Neves, líder da Farfetch, rmpresa unicórnio fundada por um português. Foto: Financial Times

José Neves, o fundador e líder da Farfetch, é um dos nomeados da edição de 2017 dos Fashion Awards, os prémios de Moda britânicos e que distinguem os melhores talentos britânicos e internacionais nesta área. O português está na categoria de melhor líder de negócios, segundo o anúncio feito esta segunda-feira.

O líder da plataforma online de vestuário de luxo está nomeado na mesma categoria de Adrian Joffe, da retalhista Dover Street Market; Guram Gvasalia, da Vetements; Marco Bizarri, presidente executivo da Gucci; e Ruth & Tom Chapman, da plataforma de moda online Matchefashion.

Os Fashion Awards serão entregues a 4 de dezembro no Royal Albert Hall, em Londres (Reino Unido).

A Farfetch é a única empresa “unicórnio” liderada por um português, graças à avaliação do seu capital em pelo menos mil milhões de dólares. A mais recente ronda de investimento decorreu em junho e foi liderada pelos chineses da JD.com, abrindo as portas a um mercado avaliado em 80 mil milhões de dólares.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

O ministro das Finanças, Mário Centeno (C), acompanhado pelos secretários de Estado, da Administração e do Emprego Público, Maria de Fátima Fonseca (E), dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes (2-E), do Orçamento, João Leão (2-D), e do Tesouro, Álvaro Novo (D), fala durante conferência de imprensa sobre a proposta do Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), realizada no Salão Nobre do Ministério das Finanças, em Lisboa, 16 de outubro de 2018. Na proposta de OE2019, o Governo estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,2% no próximo ano, uma taxa de desemprego de 6,3% e uma redução da dívida pública para 118,5% do PIB. No documento, o executivo mantém a estimativa de défice orçamental de 0,2% do PIB no próximo ano e de 0,7% do PIB este ano. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Conheça as principais medidas do Orçamento do Estado para 2019

O ministro das Finanças, Mário Centeno (C), acompanhado pelos secretários de Estado, dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes (E), do Orçamento, João Leão (2-D), e o Adjunto e das Finanças, Ricardo Mourinho Félix (D), fala durante conferência de imprensa sobre a proposta do Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), realizada no Salão Nobre do Ministério das Finanças, em Lisboa, 16 de outubro de 2018. Na proposta de OE2019, o Governo estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,2% no próximo ano, uma taxa de desemprego de 6,3% e uma redução da dívida pública para 118,5% do PIB. No documento, o executivo mantém a estimativa de défice orçamental de 0,2% do PIB no próximo ano e de 0,7% do PIB este ano. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Dos partidos aos sindicatos, passando pelo PR, as reações ao OE 2019

Outros conteúdos GMG
Líder da Farfetch nomeado para melhor líder de negócios de moda