aviação

Liga das Nações estica horários de voo na Portela e Sá Carneiro

Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. (Fotografia: Ivo Pereira/ Global Imagens)
Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. (Fotografia: Ivo Pereira/ Global Imagens)

Final da Liga das Nações está marcada para 9 de junho. Ruído nocturno será maior entre os dias 4 e 10 para acolher adeptos

A Liga das Nações traz uma nova excepção ao período de interrupção de levantamentos e descolagens nocturnos nos aeroportos Humberto Delgado e Sá Carneiro. A última vez que tinha sido aprovada uma excepção a esta regra foi em 2014 para a final da Champions.

O regime expecional, publicado esta terça-feira em Diário da República, arranca às 00h00 dos dia 4 de junho e prolonga-se até às 06h00 do dia 10 de junho para permitir a chegada dos adeptos que vêm a Portugal para a fase final da Ligas das Nações, que acontece nos estádios do Dragão e D. Afonso Henriques.

“Tratando-se de um evento importante relativamente ao qual o Governo Português expressou o seu apoio, com impacto favorável na economia local e em receitas de turismo e cujo sucesso se repercutirá favoravelmente na imagem do País, prevendo-se grande afluência às cidades anteriormente mencionadas, constituindo o transporte aéreo o meio de transporte privilegiado pelos adeptos, importa proceder à derrogação, excecional e temporária, das restrições operacionais”, revela o diploma assinado por Matos Fernandes, ministro do Ambiente, e Alberto Souto Miranda, secretário de Estado adjunto e das comunicações.

O documento justifica ainda a existência de excepção em ambos os aeroportos por “razões de segurança” e para que “se proceda à segregação de adeptos, pelo que a utilização de mais do que um aeroporto é suscetível de facilitar tal tarefa, podendo, assim, distribuir-se os voos consoante a sua proveniência, contribuindo igualmente para aumentar a oferta de voos de regresso, que permitem escoar os adeptos para a sua origem o mais rápido possível, evitando ainda a sua permanência por períodos prolongados junto ao estádio ou mesmo no aeroporto, em situações que, não raras vezes, são propícias à ocorrência de conflitos ou distúrbios que afetam a ordem pública”.

Apesar desta excepção nem todos os voos poderão operar neste horário. A norma derrogatória determina que apenas poderão usufruir do alargamento os voos que tiverem o ok da gestora aeroportuária após um pedido “de faixas horárias relativos aos movimentos aéreos mencionados no número anterior devem incluir a referência ao transporte de passageiros para o evento especial relativo à fase final da Liga das Nações da UEFA 2019”.

As meias-finais disputam-se a 5 e 6 de junho entre Portugal, Suíça, Holanda e Inglaterra. A final da Liga das Nações está marcada para o dia 9 de junho. Portugal garantiu o apuramento em novembro do ano passado, tendo o passe para a final four confirmado também a organização da primeira edição desta prova.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

Presidente executivo da TAP Antonoaldo Neves. Fotografia: NUNO FOX/LUSA

TAP faz emissão de dívida só para investidores institucionais

Outros conteúdos GMG
Liga das Nações estica horários de voo na Portela e Sá Carneiro