Lisboa no top 10 das cidades para passar o Ano Novo

No portal de alojamento local Airbnb, a capital portuguesa é já uma das mais procuradas para celebrar a entrada em 2016

Lisboa é a 10º cidade da Europa mais procurada pelos utilizadores do portal de alojamento local Airbnb para passar a noite da Passagem de Ano, anunciou a empresa em comunicado.

Na lista, cujo primeiro e segundo lugar são ocupados, respetivamente, por Paris e Londres, surgem também - por ordem de procura - Berlim, Barcelona, Amesterdão, Roma, Praga, Budapeste e Madrid.

Aliás, a Europa surge bem cotada no top das cidades mundiais mais procuradas pelos utilizadores deste portal para celebrar a entrada em 2016. De acordo com os dados divulgados esta sexta-feira, Nova Iorque ocupa o primeiro lugar, seguida de Paris e Londres. Sydney ocupa o quarto lugar na lista e depois surge Barcelona, Berlim, Tóquio, Amesterdão, Roma e, por fim, Miami.

Mas também o Japão está a ter mais procura. Apesar de Tóquio ser a única no top geral, há outras cidades a receber um aumento do interesse face ao ano ano passado. É o caso de Fukuoka, Osaka e Quioto.

A América Latina e do Sul é outra região cada vez mais popular na Airbnb, diz a empresa no mesmo comunicado, referindo-se a Cuba, a Acapulco, no México, e ainda Guarujá, no Brasil.

No total, dizem os mesmos dados, mais de um milhão de pessoas vão passar a noite de fim de ano numa das casas disponíveis para arrendar no Airbnb, imóveis que têm surgido como alternativa aos hotéis não só porque os preços pedidos são mais baixos, mas também porque o que há para arrendar são, na sua maioria, casas totalmente equipadas e não apenas de quartos.

Aliás, segundo o comunicado, "trata-se do número de reservas mais elevado que a empresa registou numa só noite".

Fora do circuito

As capitais e principais cidades mundiais são sempre as mais procuradas para celebrar a passagem de ano, mas no Airbnb há cada vez mais pessoas interessadas em fugir aos circuitos normais.

Na Europa, por exemplo, procuraram zonas como Carcassonne, Perpignan e Le Touquet em França e a Floresta Negra na Alemanha. Depois há quem procure cabanas num bosque, barcos em mar alto, castelos ou ilhas privadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de