Prémio Inovação NOS

Lisboetas “loucos” para poupar água

Luís Branco liderou a equipa de desenvolvimento da Waterbeep.
Luís Branco liderou a equipa de desenvolvimento da Waterbeep.

No segundo ano de vida, o premiado Waterbeep, registou +68% de adesões por parte de empresas e particulares

Cinco mil clientes da Epal – Empresa Portuguesa das Águas Livres, a responsável pelo abastecimento de água na região da Grande Lisboa, utilizam hoje o Waterbeep para monitorizar os seus consumos de água e poupar na fatura. Distinguida com uma menção honrosa no Prémio Inovação NOS do ano passado, a aplicação desenvolvida pela empresa centenária registou uma subida de 68% na adesão por parte dos clientes em 2015 face ao primeiro ano da ferramenta.

O que faz o Waterbeep? Desde logo, está acessível a todos os 350 mil clientes da Epal e há uma versão gratuita que apresenta os dados de consumo faturados e permite compará-los com os próprios consumos habituais – permitindo assinalar desvios e, potencialmente, fugas de água, quando aumenta subitamente ou para lá do valor definido pela empresa ou o cliente – e com os consumos dos vizinhos. Que é como quem diz, perante factos deixa de haver argumentos quando os mais novos demoram demasiado tempo no duche e é preciso reduzir na conta da água.

“32% dos clientes domésticos e 48% de clientes não domésticos aderentes ao Waterbeep registaram redução no consumo”, adianta a EPAL, referindo-se aos dados do ano que passou.

A aplicação existe, também, nas versões Plus, Pro e Premium, que contam com medições reais dos consumos a partir da instalação de dispositivos de telemetria e, assim, podem enviar avisos por sms ou por e-mail aos clientes sempre que forem detetados consumos anormais. Estas versões já têm um custo mensal e fidelização de 24 meses, mas é possível obter até 50% de desconto mediante condições como o pagamento por débito direto e/ou a fatura eletrónica. A Waterbeep Plus custa um euro por mês, a Pro custa 12 euros mensais e a mensalidade Premium fica por 20 euros.

A promoção do consumo consciente e a redução de perdas é um objetivo permanente da EPAL, que implementou, ainda, em 2015, um “projeto de dotação de telemetria numa área do Parque das Nações, que abrangeu cerca de 1000 clientes, estando, neste momento, a ser desenvolvida uma ação de promoção do Waterbeep junto destes clientes”. Quem aderir, passa a saber exatamente quais são os consumos de água que lhe causam outro tipo de “fuga” na carteira.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Página inicial

BIRD-LISBOA-CAPA-d4e8542c1277f7c093f38ac1a96935540df9ef2a

Custo de vida em Lisboa aproxima-se de Berlim, Madrid e Barcelona

Outros conteúdos GMG
Lisboetas “loucos” para poupar água