Resultados

Lucro da Coca-Cola European Partners supera os 8.700 milhões

REUTERS/Regis Duvignau
REUTERS/Regis Duvignau

A CCEP confirmou esta quarta-feira as previsões que tinha para o exercício fiscal deste ano: receitas de mais de 8.700 milhões no terceiro trimestre.

As receitas totais da Coca-Cola na Europa superaram os 8.700 milhões de euros no final do terceiro trimestre, a 28 de setembro, dia em que terminou o ano fiscal de 2018. Este valor confirma as previsões que a empresa tinha para o fecho do exercício fiscal e representa uma subida de 4% e um aumento de 4,5% numa base comparável a uma taxa de câmbio constante.

No comunicado enviado à imprensa, a Coca-Cola destaca o crescimento de 3,5% no mercado ibérico, muito impulsionado pelo aumento do volume de negócio em Portugal.

Para Damian Gammell, CEO da Coca-Cola European Partners, os resultados “refletem o foco contínuo no crescimento da receita através de uma forte materialização de preço e mix e uma sólida execução no mercado.”

Os resultados anunciados esta quarta-feira, revelam ainda um lucro diluído por ação em base comparável entre 2,27 euros e 2,29 euros com taxa de câmbio constante e o impacto do programa de recompra de ações.

Já o lucro operacional foi de 1.100 milhões de euros nos primeiros noves meses deste ano (até setembro), o que representa um aumento de 4% relativamente ao ano fiscal anterior.

O volume de produto vendido diminuiu 0,5% em base comparável, refletindo em parte o impacto da recente decisão estratégica em relação ao portefólio de bebidas e preços.

“Estamos no bom caminho para proporcionar aos nossos acionistas um retorno de até 500 milhões de euros dos 1.500 milhões recentemente anunciados no nosso programa de recompra de ações e, além disso, anunciamos que o nosso dividendo no quarto trimestre de 2018 cresceu um terço, o que reforça o nosso principal objetivo: geral valor sustentável para os nossos acionistas”, acrescentou o CEO.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

LUÍS FORRA/LUSA

Dia 7. Patrões e motoristas divididos por 50 euros

FOTO: TIAGO PETINGA/LUSA

Greve dos motoristas: atenções voltadas para plenário de trabalhadores

Outros conteúdos GMG
Lucro da Coca-Cola European Partners supera os 8.700 milhões