Lucro da Generali cai 9% para 1402 milhões de euros no primeiro semestre

Seguradora italiana justifica situação com a depreciação dos investimentos na Rússia, no valor de 138 milhões de euros.

A seguradora Generali anunciou esta terça-feira que o seu lucro registou uma queda homóloga de 9% no primeiro semestre deste ano, para 1402 milhões de euros, devido à depreciação dos investimentos na Rússia, no valor de 138 milhões de euros.

Destes 138 milhões, "97 milhões de euros estão relacionados com os títulos de rendimento fixo em posse direta do grupo e 41 milhões de euros com a participação que tem na (seguradora russa) Ingosstrakh. Sem este impacto, o resultado líquido permaneceria estável em 1541 milhões de euros", salientou a seguradora em comunicado.

O resultado operacional consolidado, no período em análise, foi de 3.140 milhões de euros, superior em 4,8% face a idêntico período do ano passado (2.996 milhões de euros até junho de 2021), graças sobretudo à evolução positiva das atividades 'vida' e 'não vida'.

As receitas atingiram 35456 milhões de euros até junho, menos 28,2% (49395 milhões no mesmo período de 2021), e os custos ascenderam a 33059 milhões, uma queda homóloga de 29,48% (46881 milhões no mesmo período de 2021).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de