Glintt

Lucro da Glintt aumenta 8,5% no primeiro trimestre para 426 mil euros

A Glintt tem sede na Beloura

O volume de negócios no primeiro trimestre subiu 23,6% para 19,8 milhões de euros, originado sobretudo no mercado nacional.

Os lucros da tecnológica portuguesa Glintt aumentaram 8,5% para 426 mil euros no primeiro trimestre do ano face a igual período de 2017, informou a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O volume de negócios no primeiro trimestre subiu 23,6% para 19,8 milhões de euros, um aumento que teve origem sobretudo no mercado nacional, embora também se tenha verificado uma evolução favorável da atividade em Espanha.

O EBITDA (resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) desceu 11,4% para 1,6 milhões de euros, com uma margem de 8,1%.

“O principal motivo para este decréscimo de rentabilidade foi o investimento em recursos humanos neste trimestre, parte significativa do qual não recorrente, que foi efetuado com o objetivo de ajustar a estrutura de recursos humanos ao crescimento esperado”, explica a tecnológica.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva  JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Vieira da Silva admite “processo de transição” nas reformas antecipadas

Dinheiro

Há menos milionários em Portugal mas riqueza média está a aumentar

António Costa, primeiro-ministro (Fotografia: Maria João Gala/ Global Imagens)

Costa manda analisar processos de precários que foram recusados

Outros conteúdos GMG
Lucro da Glintt aumenta 8,5% no primeiro trimestre para 426 mil euros