Lucro da Iberdrola sobe 30,4% até março com venda da participação Siemens Gamesa

Grupo mantém a previsão de crescimento dos resultados líquidos e os dividendos para este ano.

A Iberdrola obteve um resultado líquido no primeiro trimestre de 1.257 milhões de euros, mais 30,4% do que no período homólogo, devido ao impacto extraordinário da venda da sua participação na Siemens Gamesa, informou hoje a empresa.

De acordo com resultados comunicados hoje pela Iberdrola à Comissão Nacional do Mercado de Valores Mobiliários (CNMV) de Espanha, a empresa, sem o impacto da venda desta participação na Siemens, teria tido um aumento do lucro de 5,3%, para 968 milhões de euros.

No primeiro trimestre, os lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) aumentaram 5,8%, para 2.751 milhões de euros face ao homólogo do ano anterior.

As receitas do grupo atingiram 9.425,9 milhões de euros no primeiro trimestre, menos 7% do que no mesmo período de 2019, embora a margem bruta tenha registado um aumento de 5,1%, para 4.544,8 milhões euros.

A elétrica espanhola considera que o efeito positivo da venda de 8% da Siemens Gamesa vai permitir aliviar os impactos negativos gerados pela crise do novo coronavírus que podem prolongar-se ao longo deste ano.

O grupo anunciou ainda que mantém a previsão de crescimento dos resultados líquidos e os dividendos para este ano, graças aos investimentos de 10 mil milhões de euros previstos e aos ganhos de capital obtidos.

A Iberdrola opera em Portugal tanto na produção de eletricidade como na comercialização de energia.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de