Lucro da Mapfre cai 27,7% no 1.º semestre para 271 mihões

O lucro da Mapfre caiu 27,7% para 271 milhões de euros no primeiro semestre, face a igual período do ano passado, nomeadamente devido ao impacto da pandemia de covid-19, revelou hoje a seguradora espanhola.

A contribuir também para a queda do resultado líquido da primeira metade deste ano, esteve a cobertura dos sinistros relacionados com os terremotos em Porto Rico e a tempestade Gloria em Espanha, refere o grupo em comunicado.

Os custos dos sinistros cobertos pela Mapfre e que têm a ver com a pandemia de covid-19 ultrapassaram os 153 milhões no final de junho, sendo que as receitas recuaram 11,8%, para 13.277 milhões de euros, e os prémios de seguro direto caíram 12,3%, para cerca de 11.000 milhões de euros.

O índice combinado do grupo, que mede a rentabilidade dos seguros, tendo em conta a sinistralidade e as despesas, melhorou 0,8 pontos percentuais, para 96,7%, na comparação com a primeira metade do ano anterior.

Até junho, os investimentos da seguradora totalizavam 51.350 milhões de euros, dos quais 28.401 milhões em dívida soberana, 9.482 milhões em obrigações emitidas por empresas e 2.454 milhões em títulos de rendimento variável.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de