Resultados

Lucro da Vista Alegre próximo dos 6,5 milhões em 2018

Loja da Vista Alegre.
(Maria João Gala / Global Imagens)
Loja da Vista Alegre. (Maria João Gala / Global Imagens)

Este aumento é justificado pelo crescimento do negócio em novos mercados, nomeadamente na Europa e Ásia.

A Vista Alegre atingiu no ano passado o melhor resultado dos últimos anos, com um lucro de quase 6,5 milhões de euros, um aumento de 54% relativamente ao ano anterior, informou a empresa.

Segundo os resultados anuais comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), para este resultado contribuiu sobretudo o mercado externo, com 66,5 milhões de euros de vendas, o que representa 67% do volume de negócios da Vista Alegre.

Este aumento é justificado pelo crescimento do negócio em novos mercados, nomeadamente na Europa e Ásia. Na Europa, a Vista Alegre destaca a França e Espanha como os países com maiores crescimentos.

O volume de negócios da empresa atingiu os 99 milhões de euros em 2018, um aumento de 17% relativamente ao período homólogo, e o resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) cresceu 31%, situando-se no final do ano nos 17,8 milhões de euros.

A compra da Bordallo Pinheiro e Cerutil, em agosto e 2018, reforçou o posicionamento da Vista Alegre no setor da cerâmica e deu maior dimensão e diversificação aos segmentos de negócio da empresa, que passou a explorar a marca centenária “Bordallo Pinheiro”.

Durante o exercício de 2018, os investimentos realizados, no montante de 29,5 milhões de euros, foram essencialmente no segmento do grés mesa (alargamento da fábrica da Ria Stone) e cristal / vidro (projeto CristalLux).

Este ano, segundo a Vista Alegre, a Ria Stone terá a sua capacidade produtiva aumentada em 60%, com produção integralmente destinada e absorvida pelo cliente IKEA.

Já a Bordallo Pinheiro concluirá o investimento de aumento de capacidade produtiva em 50% e poderá desta forma dar resposta ao crescente nível de procura dos seus produtos, acrescenta o documento os resultados comunicados à CMVM.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
Lucro da Vista Alegre próximo dos 6,5 milhões em 2018