Distribuição

Lucros da dona do Minipreço caem 8,1% para 299 milhões

DIA é dono dos supermercados Minipreço em Portugal.

Fotografia: Pedro Correia / Global Imagens
DIA é dono dos supermercados Minipreço em Portugal. Fotografia: Pedro Correia / Global Imagens

No mercado da Península Ibérica, as vendas aumentaram 10,5% face a 2014, para 6,738 mil milhões de euros.

Os lucros do Grupo DIA caíram 8,1% em 2015, para um total de 299 milhões de euros, uma variação que se deve ao ganho extraordinário registado em 2014 com a venda do negócio em França.

De acordo com um comunicado enviado pelo grupo de distribuição ao regulador da bolsa espanhola, a Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV), em 2015 a empresa, dona do Minipreço, registou lucros de 299 milhões de euros, face aos 329 milhões do ano anterior.

Na atividade de 2015, as vendas brutas da companhia aumentaram 12,2%, para os 10,547 mil milhões de euros.

No mercado da Península Ibérica (Espanha e Portugal), as vendas aumentaram 10,5% face a 2014, para 6,738 mil milhões de euros.

O Grupo DIA cresceu mais no conjunto dos mercados de Brasil, Argentina e China: aumentou as vendas brutas em 15,2%, mas para um total menor, de 3,808 mil milhões de euros.

O EBITDA (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado ficou nos 610 milhões de euros, mais 4,2% do que no ano de 2014.

Assim, o Conselho de Administração do Grupo DIA vai propor à assembleia geral de acionistas da empresa a distribuição de um dividendo de 20 cêntimos por ação, um aumento de 11% face ao ano anterior.

O Grupo DIA fechou o ano de 2015 com 7.718 lojas, mais 412 do que no final de 2014.

Em Portugal, o grupo detinha em fevereiro de 2015 346 lojas próprias e 288 franquiados.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Leão e Mário Centeno. Foto: Tiago Petinga/Lusa

Governo impõe aumento de 0,3% na função pública. Impacto pode ser de 70 milhões.

João Leão e Mário Centeno. Foto: Tiago Petinga/Lusa

Governo impõe aumento de 0,3% na função pública. Impacto pode ser de 70 milhões.

Christine Lagarde, presidente do BCE. Fotografia: REUTERS/Johanna Geron

Lagarde corta crescimento da zona euro para apenas 1,1% em 2020

Outros conteúdos GMG
Lucros da dona do Minipreço caem 8,1% para 299 milhões