Energia

Lucros da EDP Brasil sobem 60% para 52,5 milhões no segundo trimestre

edpBrasil

A EDP informou ainda que, de abril a junho, obteve um EBITDA de 137,7 milhões de euros, mais 11,8% superior do que no mesmo período do ano passado.

A EDP Brasil obteve lucros de 52,5 milhões de euros (227,6 milhões de reais) no segundo trimestre do ano, uma subida de 60,3% em relação aos 32,78 milhões de euros (141,9 milhões de reais) obtidos no mesmo período de 2017.

No balanço financeiro divulgado na noite de quarta-feira, a EDP Brasil destacou que o lucro do trimestre decorre de um aumento de margem e da melhoria do resultado financeiro.

A EDP informou que, de abril a junho, obteve um EBITDA) (sigla em inglês que denomina o lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização] de 596,3 milhões de reais (137,7 milhões de euros), resultado 11,8% superior na comparação com 533,5 milhões de reais (123,2 milhões de euros) obtidos no mesmo período do ano anterior.

A EDP Brasil explicou que a melhoria do resultado operacional foi puxada pela geração térmica e da distribuição de energia, já que beneficiou de reajustes tarifários nas distribuidoras e do maior volume de energia comercializada.

No que se refere a geração de energia hídrica, o balanço da EDP Brasil refere que a companhia adotou medidas que mitigaram custos e geraram um impacto positivo de 91 milhões de reais (21 milhões de euros).

A empresa também destacou que obteve um aumento do volume de energia comercializada de 15,2%, que resultou numa subida do valor de caixa de 4,3% no segundo trimestre.

Sobre os seus ativos de distribuição, a companhia relatou um aumento no volume de energia de 3,2%, que foi impactado pelo crescimento das classes residencial (+3,4%), industrial (+4,2%) e comercial (+3,3%).

A receita líquida da EDP Brasil no segundo trimestre somou 3,3 mil milhões de reais (760 milhões de euros), um aumento de 25,9% face aos resultados de 2,5 mil milhões de reais (580 milhões de euros) registado no mesmo período de 2017.

A dívida líquida da EDP Brasil fechou o segundo trimestre em 4.372 milhões de reais (1,010 milhões de euros) resultado 0,7% maior do que os 4.342 milhões de reais (mil milhões de euros) obtidos no mesmo período do ano passado.

A companhia explicou que este dado é resultado da “continuidade à estratégia de redução dos custos das dívidas (pré e pós imposto) e da desalavancagem da EDP Holding”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice externo até julho agrava-se para 1633 milhões de euros

Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice externo até julho agrava-se para 1633 milhões de euros

EDP. (REUTERS/Eloy Alonso)

Concorrência condena EDP Produção a multa de 48 milhões

Outros conteúdos GMG
Lucros da EDP Brasil sobem 60% para 52,5 milhões no segundo trimestre