Resultados

Lucros da Sonae Sierra caem 8% no primeiro semestre

Foto: D.R.
Foto: D.R.

Entre os novos projetos da Sonae Sierra estão centros comerciais na Colômbia, Itália, Marrocos e Espanha.

A Sonae Sierra fechou o primeiro semestre de 2018 com menos lucros face ao mesmo período do ano passado. A gestora de centros comerciais do grupo Sonae registou um resultado líquido de 58,9 milhões de euros, menos 8% em relação aos 64,2 milhões dos primeiros seis meses de 2017. Os resultados foram publicados esta quinta-feira na CMVM.

Em comunicado, a empresa explica a queda dos lucros com “a redução do resultado indireto”, que tombou 24% de 34 milhões de euros para 25,9 milhões, “o que se deve essencialmente a um menor aumento da avaliação das Propriedades de Investimento”, lê-se na nota. Também o ganho da empresa com propriedades caiu 90% no período em análise. O lucro antes de juros e impostos aumentou 3,7% para 51,8 milhões de euros.

Citado no comunicado, o CEO da Sonae Sierra, Fernando Guedes de Oliveira, destaca que “o desempenho operacional dos centros comerciais melhorou no primeiro semestre de 2018, com as vendas dos lojistas e as rendas a aumentar em todo o portefólio, ao mesmo tempo garantindo uma taxa de ocupação elevada e estável em todas as geografias”. A Sonae Sierra gere centros comerciais em países como Espanha, Roménia ou Brasil.

O responsável sublinha ainda o aumento do número de projetos em desenvolvimento e a assinatura de 200 novos contratos de prestação de serviços. Entre os novos projetos da Sonae Sierra estão centros comerciais na Colômbia, Itália, Marrocos e Espanha. Em Portugal, decorrem os trabalhos de expansão do Centro Comercial Colombo e do NorteShopping. No caso deste último, o investimento de 72 milhões de euros vai dar origem a mais 15 mil m2 de superfície comercial.

Segundo os cálculos da empresa, o valor patrimonial dos seus ativos no final de junho rondava os 1,4 mil milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Global Imagens

Juros para compra de casa caem para metade desde 2015

aeroporto

easyJet contesta lei que permite à ANAC intervir na gestão de slots

Fotografia: José Carlos Pratas/Global Imagens

Governo não muda regras de IRS para salários de anos anteriores

Outros conteúdos GMG
Lucros da Sonae Sierra caem 8% no primeiro semestre