correios

Lucros dos CTT recuam 48,2% para 5,4 milhões até março

Francisco de Lacerda, presidente dos CTT
Francisco de Lacerda, presidente dos CTT

Operador postal registou até março 176,9 milhões de receitas, que estabilizaram resultado do negócio expresso e Banco CTT

Os CTT fecharam o primeiro trimestre com lucros de 5,4 milhões, um recuo de 48,2% em relação a período homologo do ano passado, comunicou o operador postal ao mercado.

O operador postal fechou o período com receitas de 176,9 milhões, uma estabilização face ao período homólogo, muito com o contributo dos crescimentos do correio expresso – sobe 21,8%, para 36,5 milhões – e do Banco CTT – uma subida de 28,8%, para 5 milhões. Já as receitas do negócio de correio recuaram 1,5%, para 125,5 milhões, tendo a com origem nos serviços financeiros recuado 37%, para 9,8 milhões, “impactado pela diminuição da colocação de um dos produtos de dívida pública que foi substituído em outubro passado por outro de rendimento inferior”, justifica o operador postal.

A empresa apresentou um EBITDA recorrente de 22,7 milhões, um recuo de 18,9% face ao período anterior.

O tráfego do correio endereçado caiu 9,1%, uma quebra superior ao limite máximo esperado, um recuo de 5 a 6%, refere os CTT, mas ressalva: “esta evolução foi influenciada negativamente pela existência de pelo menos 2 dias úteis do que no primeiro trimestre de 2017. Sem este efeito a quebra do tráfego ter-se-ia situado nos 6,1%, perto do intervalo estimado”.

Banco CTT sobe receitas para 5 milhões até março

O Banco CTT foi uma das áreas de crescimento até março, tendo subido as receitas 28,8%, para 5 milhões, ajustado pelo efeito da transferência da PayShop.

O banco fechou o trimestre “com um crescimento dos depósitos de clientes para cerca de 665 milhões de euros (+100,7%), da carteira de crédito para 114 milhões de euros (+365%) e da oferta do cartão de crédito, perfazendo mais de 53 mil cartões colocados”, referem os CTT.

“Com sólida performance operacional”, o Banco CTT atingiu mais de 300 mil clientes e 255 mil contas de depósitos à ordem (+124% face ao período homólogo do ano anterior), através da sua presença em 211 lojas, no final do primeiro trimestre.

Em 18 de março, o banco completou dois anos de existência.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
boris johnson brexit

Brexit: Um acordo que responde “às circunstâncias únicas da Irlanda”

Álvaro Santos Pereira, ex-ministro da Economia, na comissão de inquérito do Parlamento sobre as rendas excessivas da eletricidade, Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Álvaro Santos Pereira ataca “corporativismo” de notários, advogados e arquitetos

Álvaro Santos Pereira, ex-ministro da Economia, na comissão de inquérito do Parlamento sobre as rendas excessivas da eletricidade, Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Álvaro Santos Pereira ataca “corporativismo” de notários, advogados e arquitetos

Outros conteúdos GMG
Lucros dos CTT recuam 48,2% para 5,4 milhões até março