Logística

Luis Simões abre novo centro em Espanha. Nestlé é um dos clientes

José Luis Simões, presidente executivo do grupo Luis Simões. 
(Leonardo Negrão / Global Imagens)
José Luis Simões, presidente executivo do grupo Luis Simões. (Leonardo Negrão / Global Imagens)

Grupo logístico português inaugurou novo complexo em Guadalajara, na presença do Presidente da República. Vai criar 450 empregos até 2020.

O grupo Luis Simões inaugurou esta quarta-feira o seu novo centro de operações logísticas em Guadalajara, em Espanha. Esta é a segunda de três fases de um projeto que o grupo liderado por José Luis Simões está a concretizar no país vizinho e que deverá ficar concluído no primeiro trimestre de 2020.

O grupo logístico vai criar 450 empregos neste espaço até março de 2020 e vai contar com o grupo Nestlé como um dos seus principais clientes. A inauguração contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que presenciou a entrega da primeira palete nestas instalações

O novo centro de operações logísticas do grupo Luis Simões está colocado no centro da Península Ibérica, na zona industrial de Puerta Centro de Guadalajara. Este espaço está inserido numa das áreas estratégicas mais importantes do território espanhol para grandes operadores nacionais e internacionais e conta com um acesso a uma autoestrada que dá acesso a Madrid e que é considerado um dos principais corredores do centro de Espanha.

Este centro é constituído por três armazéns, que ocupam um total de 89 000 metros quadrados. Para já, a capacidade total das três naves é de 178 000 paletes. Estas instalações vão servir para o grupo português prestar serviços de logística de grande serviço, co-packing (empacotamento para promoções em supermercados, por exemplo), comércio eletrónico e ainda haverá espaços com câmaras frigoríficas controladas.

Na inauguração, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, salientou que este novo centro da Luis Simões na região de Madrid “é um projeto logístico e digital, do tempo da revolução 4.0, a revolução do presente e do futuro”.

José Luis Simões destacou que este centro permite ao maior operador logístico da Península Ibérica “responder aos desafios da digitalização e da globalização”.

O centro de Guadalajara representa um investimento total de 85 milhões de euros, que é realizado em parceria com a promotora espanhola Montepino.

Além da inauguração deste centro de Guadalajara, o grupo Luis Simões mostrou a Marcelo Rebelo de Sousa o complexo industrial da empresa em Campanillas del Campo, que está desde 2017 instalado neste território, a cerca de 50 quilómetros de Madrid. Este espaço ocupa um total de 65 000 metros quadrados e tem capacidade para armazenar até 95 000 paletes.

*O jornalista viajou a convite do grupo Luis Simões.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Paulo Spranger/Global Imagens)

Depois de pagar a renda sobram 450 euros ao salário dos lisboetas

(Paulo Spranger/Global Imagens)

Depois de pagar a renda sobram 450 euros ao salário dos lisboetas

Aptoide | Paulo Trezentos | Álvaro Pinto

Portuguesa Aptoide já negoceia com Huawei para ser alternativa à Google

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Luis Simões abre novo centro em Espanha. Nestlé é um dos clientes