Indústria

Lusiaves investe 100 milhões nos próximos três anos

A Lusiaves fechou um empréstimo obrigacionista na Euronext. Foto: DR
A Lusiaves fechou um empréstimo obrigacionista na Euronext. Foto: DR

Empresa fechou, esta semana, um empréstimo obrigacionista de 25 milhões de euros que vai ajudar a este plano estratégico.

O grupo Lusiaves, uma empresa detida exclusivamente por capitais portugueses, vai investir 100 milhões de euros nos próximos três anos, anunciou a empresa esta quinta-feira.

Este montante será aplicado na expansão da atividade da empresa que se dedica à produção de frango, frango do campo e perus, mas também de milho, alimentos compostos para animais e ovos para incubação, e ainda à incubação de ovos e produção de pintos, ao abate de aves, à transformação, armazenamento e comercialização de produtos alimentares e ainda à saúde e nutrição animal.

Contudo, a maior fatia será para aplicar na internacionalização, diz a empresa em comunicado, sem revelar em que áreas e em que tipo de negócio.

De acordo com a Lusiaves, este plano estratégico é o seguimento natural de anos de crescimento em todas as empresas do grupo que, “nos últimos 25 anos, apresentaram sempre resultados positivos e crescimentos a dois dígitos”.

Não é, portanto, de estranhar que também o ano passado o grupo tenha investido 30 milhões de euros e tenha fechado o ano com um volume de negócios superior a 390 milhões de euros, ou seja, um crescimento de cerca de 13% em relação a 2014.

Além disso, já este ano, mais precisamente na quarta-feira, 27 de janeiro, o grupo fechou um empréstimo obrigacionista de 25 milhões de euros com maturidade de dez anos, que será essencial na execução do plano estratégico e nos investimentos de 100 milhões de euros.

“Com a concretização desta operação, [o grupo] aumenta a maturidade média da dívida e reforça a estrutura de capitais, garantindo assim uma parte importante dos fundos estruturais necessários para a prossecução do plano de investimento a três anos no valor de 100 milhões de euros e que terá um particular foco na internacionalização do Grupo Lusiaves”, disse em comunicado o fundador e presidente do grupo, Avelino Gaspar.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (D), e o presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares (E), participam na conferência de imprensa no final de uma reunião, em Loures. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Costa: “Há países que foram colocados em listas vermelhas por retaliação”

João Rendeiro, ex-gestor do BPP

João Rendeiro, ex-presidente do BPP, condenado a pena de prisão

O deputado do Partido Social Democrata (PSD) Ricardo Batista Leite. (RODRIGO ANTUNES/LUSA)

PSD quer transferir reuniões do Infarmed para o parlamento

Lusiaves investe 100 milhões nos próximos três anos