Recursos Humanos

Mais de 160 empresas certificadas pelo IAPMEI no ‘Tech Visa’ desde janeiro

Nuno Mangas, presidente do IAPMEI
Imagem: YouTube
Nuno Mangas, presidente do IAPMEI Imagem: YouTube

O IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação certificou 163 empresas desde janeiro, que emitiram 610 termos de responsabilidade para trabalhadores altamente qualificados, no âmbito do programa ‘Tech Visa’, divulgou hoje aquela instituição.

A certificação ‘Tech Visa’, programa inscrito na Estratégia Nacional para o Empreendedorismo StartUP Portugal, que apoia empresas a atrair recursos humanos qualificados, permite simplificar os procedimentos de obtenção de visto e autorização de residência, e, assim, facilitar o recrutamento de recursos humanos qualificados para o país, em áreas relevantes para a competitividade, podendo ser utilizado por empresas de todos os setores de atividade.

De acordo com o comunicado, “estas 163 empresas certificadas já emitiram 610 termos de responsabilidade para trabalhadores altamente qualificados, dos quais 92% com formação em ciências informáticas”.

O IAPMEI adianta ainda que a maior parte destes trabalhadores são provenientes do Brasil (526), da Índia (27) e da Rússia (nove).

“Esta medida dá continuidade à prioridade definida pelo Governo de captação de investimento, de desenvolvimento tecnológico e de construção de uma economia capaz de atrair trabalhadores qualificados. Cumpre igualmente o desígnio de promover a atração de imigrantes, neste caso altamente especializados”, lê-se no documento.

O Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI) é responsável pela certificação das empresas, estando também envolvidas outras entidades no processo de atribuição de vistos e de autorizações de residência para os profissionais contratados pelas empresas certificadas, de que são exemplo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e a Direção-geral dos Assuntos Consulares.

Criado em 1975, este organismo público tem como objetivos a promoção da competitividade, o crescimento empresarial e assegurar “o apoio à conceção, execução e avaliação de políticas dirigidas à atividade industrial”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

Foto: D.R.

TAP soma prejuízos de 111 milhões até setembro. E vai contratar mais 800 pessoas

Outros conteúdos GMG
Mais de 160 empresas certificadas pelo IAPMEI no ‘Tech Visa’ desde janeiro