Comércio online

Mais de 900 empresas já criaram lojas online com CTT

Encomendas

O serviço Criar Lojas Online é dirigido às PME ligados ao retalho e à venda de serviços físicos foi lançado em março pelo operador postal.

Em pouco mais de dois meses nasceram mais de 900 lojas online através do serviço Criar Lojas Online dos CTT.

O serviço dirigido às PME ligados ao retalho e à venda de serviços físicos foi lançado pelo operador postal, que se quer afirmar como um operador logístico total, num momento em que o Estado de Emergência ditou o encerramento das lojas físicas deixando apenas a venda online disponível para as empresas fazerem o escoamento dos seus produtos.

Desde então, já se registaram mais de 900 lojas. “As principais categorias de produtos das lojas criadas são o vestuário e calçado, produtos alimentares, utensílios para o lar, equipamento eletrónico e informática, higiene e cosmética, produtos farmacêuticos e similares, livros e filmes”, refere os CTT em nota de imprensa.

O serviço, desenvolvido em parceria com a start-up Shopkit, foi gratuito até final de abril, passando os CTT a cobrar a partir dessa data entre 7 a 15 euros mensais.

Nesta fase de pandemia do Covid-19 os CTT têm vindo a apostar nas entregas de uma série de serviços como medicamentos de farmácias. O operador postal fechou igualmente uma parceria com a Uber.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Céu cinzento de Londres. Fotografia: D.R.

Portugal fora do corredor turístico britânico. Madeira e Açores entram

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, acompanhado pelo ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (Foto: Mário Cruz/Lusa)

Recuperar poder de decisão na TAP obriga Estado a pagar mais

O presidente do conselho de administração da TAP, Miguel Frasquilho. (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Frasquilho: Reestruturação da TAP “não vai ser isento de dor”

Mais de 900 empresas já criaram lojas online com CTT