Barómetro

Mais empresas a nascer e menos a fechar no primeiro semestre

Agricultura e imobiliário foram os sectores que mais se destacaram, segundo o barómetro Informa D&B

Houve mais empresas a nascer e menos a fechar durante o primeiro semestre de 2017 em Portugal. Nos primeiros seis meses do ano foram constituídas 21.749 empresas, um aumento de 5,8% em comparação com o mesmo período de 2016. Agricultura e imobiliário foram os sectores que mais se destacaram, segundo o barómetro Informa D&B divulgado esta quinta-feira.

“É importante salientar que esta vaga de empreendedorismo é fundamental pelo contributo que traz à economia, quer em inovação, quer em emprego; se quisermos ser mais cirúrgicos, é essencial observar o que se passa nas dinâmicas setoriais, pois é aí que encontramos as tendências sobre os setores que estão de facto a crescer e a liderar a evolução na economia” comentou Teresa Cardoso de Menezes, diretora geral da Informa D&B, em nota enviada às redações.

Agricultura, pecuária, pesca e caça foi o sector que registou maior taxa de crescimento do número de novas empresas, mais 24% em comparação com o primeiro semestre de 2016. Seguiu-se a área da atividades mobiliárias, com um ganho de 21,9%. O distrito de Lisboa foi responsável por mais de dois terços do aumento de novas empresas.

Além do aumento de novas empresas, verificou-se o encerramento de 6620 entidades nos primeiros seis meses deste ano, menos 3,2% em comparação com período homólogo de 2016. A idade média das empresas que encerraram no 1º semestre de 2017 foi de 12,1 anos.

O barómetro assinala ainda que o prazo de pagamento média de pagamento das empresas estabilizou em 27 dias.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Isabel dos Santos

Isabel dos Santos nega processo a Presidente angolano

( Pedro Rocha / Global Imagens )

Défice atinge 1,9% até junho. Meta do governo é de 0,7%

A tecnológica liderada por José Neves continua a apostar em Portugal e abriu um novo escritório em Portugal, desta vez em Braga. REUTERS/Toby Melville

Farfetch dispara na estreia em bolsa

Outros conteúdos GMG
Mais empresas a nascer e menos a fechar no primeiro semestre