Mapfre estima custos de 200 milhões devido a catástrofes naturais

As recentes catástrofes naturais na América do Norte e nas Caraíbas representarão um custo líquido entre 150 e 200 milhões de euros para a seguradora.

As recentes catástrofes naturais na América do Norte e nas Caraíbas representarão um custo líquido entre 150 e 200 milhões de euros para a seguradora Mapfre, segundo as estimativas preliminares divulgadas pela empresa.

Em causa, os furacões Harvey (no Texas), Irma (na Florida) e Maria (Porto Rico) e os terremotos de Chiapas e Puebla, no México.

Em comunicado, a multinacional explica que, para a estimativa dos custos, a seguradora teve em conta os impactos nas zonas afetadas sobre a carteira de riscos da Mapfre Re e Mapfre Global Risks, assim como o negócio segurador da Mapfre nos Estados Unidos, Porto Rico, República Dominicana e México.

"Este aumento extraordinário de custos faz com que a Mapfre modere as suas expectativas de cumprimento dos seus objetivos públicos para o período 2016-2018", lê-se no comunicado.

A Mapfre é um grupo empresarial multinacional, de origem espanhola, com atividade em todas as áreas do setor segurador, com presença em 51 países, dos quais Portugal, segundo o site da empresa.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de