Seguros

Mapfre estima custos de 200 milhões devido a catástrofes naturais

Catástrofes naturais

As recentes catástrofes naturais na América do Norte e nas Caraíbas representarão um custo líquido entre 150 e 200 milhões de euros para a seguradora.

As recentes catástrofes naturais na América do Norte e nas Caraíbas representarão um custo líquido entre 150 e 200 milhões de euros para a seguradora Mapfre, segundo as estimativas preliminares divulgadas pela empresa.

Em causa, os furacões Harvey (no Texas), Irma (na Florida) e Maria (Porto Rico) e os terremotos de Chiapas e Puebla, no México.

Em comunicado, a multinacional explica que, para a estimativa dos custos, a seguradora teve em conta os impactos nas zonas afetadas sobre a carteira de riscos da Mapfre Re e Mapfre Global Risks, assim como o negócio segurador da Mapfre nos Estados Unidos, Porto Rico, República Dominicana e México.

“Este aumento extraordinário de custos faz com que a Mapfre modere as suas expectativas de cumprimento dos seus objetivos públicos para o período 2016-2018”, lê-se no comunicado.

A Mapfre é um grupo empresarial multinacional, de origem espanhola, com atividade em todas as áreas do setor segurador, com presença em 51 países, dos quais Portugal, segundo o site da empresa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
EUA China

China retalia na ‘guerra’ com os EUA com tarifas em 75 mil milhões de bens

Emmanuel Macron, presidente francês. Fotografia: Direitos Reservados

Fogos na Amazónia: França e Irlanda ameaçam bloquear acordo com Mercosul

O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, intervém durante uma conferência de imprensa para fazer o ponto de situação sobre a crise energética, no Ministério do Ambiente e da Transição Energética, em Lisboa, 13 de agosto de 2019. JOÃO RELVAS / LUSA

Ministro do Ambiente: “Há cada vez mais condições” para que greve não aconteça

Outros conteúdos GMG
Mapfre estima custos de 200 milhões devido a catástrofes naturais