Telecomunicações

Marcelo: Promulgação da compra do SIRESP “nos próximos dias”

O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, intervém, durante uma visita a um hospital, em Abidjan, Costa do Marfim, 13 de junho de 2019. Marcelo Rebelo de Sousa, está na Costa do Marfim para uma visita de Estado de 3 dias. Para além dos encontros oficiais e da assinatura de instrumentos bilaterais, está prevista a realização de uma cerimónia tradicional no “Hôtel du Distrite Autonome” de Abidjan e a atribuição de um Doutoramento Honoris Causa pela Universidade Houphöuet Boigny.   ANTÓNIO COTRIM/LUSA
O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, intervém, durante uma visita a um hospital, em Abidjan, Costa do Marfim, 13 de junho de 2019. Marcelo Rebelo de Sousa, está na Costa do Marfim para uma visita de Estado de 3 dias. Para além dos encontros oficiais e da assinatura de instrumentos bilaterais, está prevista a realização de uma cerimónia tradicional no “Hôtel du Distrite Autonome” de Abidjan e a atribuição de um Doutoramento Honoris Causa pela Universidade Houphöuet Boigny. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Presidente da República diz que decreto-lei sobre compra do sistema de comunicaçõess já deu entrada no Palácio de Belém.

O Presidente da República afirmou esta sexta-feira que o decreto-lei do Governo sobre a compra do Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP) já chegou a Belém e “está para promulgação nos próximos dias”.

Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado sobre a compra do SIRSEP em declarações aos jornalistas, num hotel de Abidjan, no final da sua visita de Estado à Costa do Marfim, e respondeu que sabe que o diploma “já está na Presidência da República”.

“É uma matéria que eu tenho acompanhado, naturalmente, com atenção. Não me vou pronunciar sobre ela aqui fora de território português. Mas conheço do que se trata, sei qual é a solução a que se chegou e, portanto, o diploma está para promulgação nos próximos dias”, acrescentou.

O Estado comprou por sete milhões de euros a parte dos operadores privados, Altice e Motorola, no Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança (SIRESP), anunciou o Governo na quinta-feira.

O decreto-lei aprovado em Conselho de Ministros “transfere integralmente para a esfera pública” as funções relacionadas com a gestão, operação, manutenção, modernização e ampliação da rede SIRESP, e também a estrutura empresarial.

A transferência será feita em 01 de dezembro de 2019 e o Estado irá pagar sete milhões de euros, correspondentes a 33.500 ações, afirmou, no final da reunião, o secretário de Estado do Tesouro, Álvaro Novo.

O SIRESP é detido em 52,1% pela PT Móveis (Altice Portugal) e 14,9% pela Motorola Solutions, sendo 33% da Parvalorem (Estado).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Saídas para a reforma disparam 43% na função pública

Foto: DR

EDP flexibilizou pagamento de faturas no valor de 60 milhões de euros

Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira. TIAGO PETINGA/LUSA

Moratórias bancárias estendidas até final de setembro de 2021

Marcelo: Promulgação da compra do SIRESP “nos próximos dias”