Telecomunicações

Maria de Belém vai ser conselheira da Fundação Altice

Anúncio foi feito esta segunda-feira pelo presidente da empresa, Alexandre Fonseca.

A antiga ministra da Saúde, Maria de Belém Roseira, é a nova conselheira da Fundação Altice. O anúncio foi feito esta segunda-feira, no âmbito do 16º aniversário da Fundação Altice, antiga Fundação PT.

O CEO da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, revelou que Maria de Belém vai ajudar a Fundação a “definir estratégias, trazer ideias e lançar desafios”.

“Temos humildade para aceitar ajuda em áreas onde ainda temos que aprender. Queremos ter a trabalhar connosco personalidades que, pela sua experiencia, vão contribuir para que sejamos uma empresa melhor. Maria de Belém tem a capacidade para agregar criar consensos e elevará o nome da Altice a um patamar ainda mais elevado”, declarou Alexandre Fonseca no evento que decorreu na sede da Altice.

Já a nova conselheira da antiga PT sublinhou que “gostaria de encontrar em todas as entidades públicas e privadas do país a mentalidade da Altice, em que o sim está à frente do não”.

A antiga ministra destacou ainda que “o futuro dos negócios não será o lucro mas a missão das empresas enquanto forças para o bem. Uma empresa não terá um sucesso duradouro se não pensar na sua envolvente social”.

O 16º aniversário da Fundação Altice serviu para a organização oficializar o seu rebranding, que teve lugar em janeiro. A antiga Fundação PT é agora liderada por Ana Estelita, ex-diretora de comunicação corporativa e gestão de marca da PT Portugal.

Na apresentação da nova etapa da Fundação, Alexandre Fonseca destacou que a organização de responsabilidade social é um projeto “de todo o grupo Altice”, que tem como missão promover “a igualdade e justiça para todos” através da “humanização da tecnologia”.

Um camião TIR a humanizar a tecnologia

O CEO da Altice Protugal explicou ainda que os três novos pilares da Fundação serão o combate à iliteracia digital, a promoção da língua portuguesa e o foco na educação e saúde.

Para o combate à iliteracia digital, Alexandre Fonseca revelou que a Fundação vai investir um milhão de euros num “mega projeto”: a instituição vai fazer uma tour nacional num camião TIR, que vai percorrer todo o país até 2020.

“Vai levar soluções tecnológicas a vilas e aldeias, que vão entrar em contacto com novas tecnologias, criar laços, fomentar a inclusão e humanizar a tecnologia. Estas iniciativas vão continuar a criar jovens cada vez mais preparados para os desafios do futuro”, destacou o CEO.

Antes, Alexandre Fonseca tinha sublinhado que Portugal tem meio milhão de analfabetos, que apenas um em cada quatro alunos tem computador e que 25% da população portuguesa nunca acedeu à internet. “É uma realidade preocupante que põe em causa o futuro, a competitividade e o crescimento da economia e do país. Temos de encarar o problema de frente”.

O responsável destacou ainda que o projeto anunciado pela empresa em 2015, que prometia ter 100% do território português coberto com fibra ótica até 2020, está a “andar a bom ritmo”, sendo que hoje 4,6 milhões de casas portuguesas estão servidas com fibra ótica.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Gustavo Bom / Global Imagens )

Englobamento agrava IRS para rendimentos ‘protegidos’ pelo mínimo de existência

(Gustavo Bom / Global Imagens )

Englobamento agrava IRS para rendimentos ‘protegidos’ pelo mínimo de existência

Salvador de Mello
( Álvaro Isidoro / Global Imagens )

Saúde não pode andar “ao sabor de ventos políticos”

Outros conteúdos GMG
Maria de Belém vai ser conselheira da Fundação Altice