Coronavírus

Mercadona distribui luvas à entrada dos supermercados a partir de segunda

Mercadona de Canidelo foi primeiro supermercado aberto pela retalhista espanhola em Portugal.
(Fábio Poço/Global Imagens)
Mercadona de Canidelo foi primeiro supermercado aberto pela retalhista espanhola em Portugal. (Fábio Poço/Global Imagens)

Médicos, enfermeiros e polícias vão ter atendimento prioritário. Caixas de supermercado vão ter proteções em acrílico.

A Mercadona vai tomar novas medidas para evitar o contágio pelo novo coronavírus. A partir de segunda-feira, a retalhista espanhola vai distribuir luvas à entrada dos supermercados, dar prioridade no entendimento a médicos, enfermeiros, polícias, bombeiros, forças armadas e prestadores de serviços de apoio social, e ainda colocar proteções de acrílico nas caixas.

As novas medidas de segurança não ficam por aqui: “na via de acesso público a cada supermercado, estará marcada uma distância mínima de 2 metros entre as pessoas que aguardam a sua vez de entrar à porta dos supermercados, e deverá ser respeitada para aceder aos mesmos”, refere a empresa em comunicado divulgado este sábado. A mesma distância de segurança terá de ser respeitada na fila para as caixas e para a secção da peixaria.

Esta é a terceira vez esta semana que a Mercadona toma medidas de segurança para prevenir contágios nos 10 supermercados da cadeia em Portugal. A cadeia já tinha feito alterações ao seu habitual horário de funcionamento (9h-21h30), tendo reduzido a hora de encerramento para as 19 horas.

Os supermercados estão entre a lista de estabelecimentos comerciais que têm de continuar abertos, de acordo com o decreto do Governo relativo ao estado de emergência.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
coronavirus turismo turistas

ISEG. Recessão em Portugal pode chegar a 8% este ano

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. JOÃO RELVAS/LUSA

Pedidos de lay-off apresentados por 33.366 empresas

coronavirus lay-off trabalho emprego desemprego

Rendimento básico incondicional? “Esperamos não ter de chegar a esse ponto”

Mercadona distribui luvas à entrada dos supermercados a partir de segunda